Alec Baldwin publica carta defendendo condições de trabalho no set de “Rust”

No Instagram, o ator e produtor negou as acusações de membros do filme após o acidente fatal envolvendo Halyna Hutchins

Diretora Halyna Hutchins com atores de "Rust", incluindo Alec Baldwin (esquerda)
Diretora Halyna Hutchins com atores de "Rust", incluindo Alec Baldwin (esquerda) Reprodução/Instagram Jensen Ackles

Ingrid Oliveirada CNN

Ouvir notícia

Após o trágico acidente em 22 de outubro deste ano, envolvendo o ator e produtor Alec Baldwin do filme “Rust”, o diretor Joel Souza a diretora Halyna Hutchins — que acabou morta por um disparo acidental — Baldwin se manifestou em uma rede social.

Na época, funcionários que faziam parte da equipe da produção apontaram más condições de trabalho, incluindo perigo e exploração.

Quase dois meses após a ocorrência, Baldwin nega as acusações contra o set.

No Instagram ele disse: “As descrições de Rust como um local de trabalho caótico, perigoso e explorador são falsas e tiram a atenção do que mais importa: a memória de Halyna Hutchins e a necessidade de encontrar alternativas mais modernas e práticas mais seguras para a desatualizada indústria de armas de fogo.”

Ele continua: “Nós estamos magoados pela perda da nossa amiga e colega de equipe Halyna. Ela era, de muitas maneiras, o coração da nossa produção e perdê-la machuca cada um de nós.”

O grupo de profissionais admite que alguns pontos poderiam ser melhores, mas também garante que o filme era, de fato, uma produção profissional.

“Nós reconhecemos que nenhum set é perfeito e, como qualquer produção, Rust tinha áreas de brilhantismo e áreas que eram mais desafiadoras”, justifica a nota.

 

Relembre o caso

Halyna Hutchins, de 42 anos, foi atingida por um disparo acidental feito por Baldiwin, durante as filmagens do longa de faroeste, “Rust”. Ela foi socorrida por um helicóptero, mas morreu no Hospital da Universidade do Novo México.

A outra vítima — não fatal, foi o diretor Joel Souza, de 48 anos, socorrido de ambulância e levado ao Hospital Christus São Vicente. E logo recebeu alta.

Membros da equipe citaram negligência e falta de profissionalismo no set de Rust.

Baldwin tratou de rebater na nota publicada no Instagram: “Embora estejamos firmes com nossos sindicatos e apoiemos fortemente a luta por melhores condições de trabalho em nossa indústria, não sentimos que este set [de Rust] foi uma representação do tipo de condições contra as quais os sindicatos estão lutando”, explica.

 

 

 

Mais Recentes da CNN