Há protocolos sérios para usar armas, falsas ou verdadeiras, em set, diz crítica

Incidente com ator Alec Baldwin, que matou acidentalmente diretora durante gravação de filme, chocou indústria do cinema, diz Flavia Guerra

Produzido por Layane Serranoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, a crítica de cinema Flavia Guerra relatou que o acidente no set do filme “Rust” pegou de surpresa Hollywood. O ator Alec Baldwin matou, de forma acidental, a diretora de fotografia da produção, Halyna Hutchins, e feriu o diretor do longa, Joel Souza, após disparar arma de fogo durante as filmagens.

“A comunidade do cinema está surpresa porque os protocolos para manejar armas usadas em set, sejam falsas ou verdadeiras, são super sérios”, explicou Flavia. “Tem um diretor de props, que são os objetos de cena, especializado para cuidar das armas.”

Ela explicou que fica sob a responsabilidade desse profissional o manuseio e armazenamento de armas, e não é permitido que atores ou demais membros da produção utilizem os objetos sem ser no momento da gravação. Isso porque a indústria cinematográfica norte-americana tem histórico de acidentes graves e fatais com atores, dublês e demais profissionais.

“É muito estranho que essa equipe tenha colocado um projétil e não uma bala de festim, já que não é nem para existir uma bala de fato em arma de set”, disse a crítica.

Flavia Guerra disse que Halyna Hutchins era apontada como um dos grandes talentos de Hollywood e tinha um futuro promissor na profissão. “Ela vinha assinando vários filmes independentes e estava entrando para filmes mais mainstreams, com grandes estrelas, como o ‘Rust'”.

Já Baldwin é uma estrela consagrada da indústria, com diversos filmes de sucesso na carreira. “Alec Baldwin é um ator muito versátil, vem de família de atores, e ele vai desde a comédia até filmes de ação. Esse era um western. Ele é o tipo de ator que produz, assina e escolhe projetos, o que faz ele ser muito especial.”

Mais Recentes da CNN