Íntegra do último show dos Beatles será exibido nos cinemas no Brasil

Uma das principais partes do seriado "Get Back", de Peter Jackson, vai ser exibido em fevereiro em salas Imax em dez cidades diferentes; veja quais

Paul McCartney, George Harrison, Ringo Starr e John Lennon em estúdio durante documentário "Get Back"
Paul McCartney, George Harrison, Ringo Starr e John Lennon em estúdio durante documentário "Get Back" Foto Apple Corps Ltd. All Rights Reserved

Alexandre Matiascolaboração para a CNN

Ouvir notícia

Antes de “Get Back” virar seriado, a jornada que Peter Jackson fez aos últimos dias dos Beatles era um filme. Foi a pandemia que transformou “Get Back” em uma série a ser exibida num serviço de streaming em vez de ir às telas dos cinemas, uma vez que não havia previsão de reabertura das salas no período em que seus produtores queriam lançá-lo.

Sorte nossa, uma vez que o novo formato permitiu um mergulho ainda mais longo naquele janeiro de 1969, que quase viu o fim da banda formada por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr.

Mas se a versão seriada do documentário tirou nossa possibilidade de assistí-lo na telona, a Disney+, produtora do evento, resolveu corrigir este erro e programou a exibição de um longo trecho do documentário – justamente a última apresentação ao vivo do grupo – para salas de Imax nos Estados Unidos e Europa.

A exibição acontecerá no dia 30 de janeiro, completando 53 anos da apresentação dos Beatles no topo do prédio da Apple, e contará com uma entrevista ao vivo com o diretor da série, mais conhecido por sua bem-sucedida trilogia “Senhor dos Anéis”.

Mas não será a única exibição do filme: entre os dias 10 e 13 de fevereiro, o último show dos Beatles será exibido em cinemas Imax do mundo todo, inclusive no Brasil, quando será exibido em dez cidades: São Paulo (no Cinépolis JK Iguatemi, no Espaço Itaú Pompéia e no UCI Shopping Anália Franco), em Cotia (Cineflix Cotia), em Porto Alegre (2135 Walling), em Belo Horizonte (Multiplex Boulevard Shopping), em Curitiba (Shopping Palladium), em Ribeirão Preto (UCI Ribeirão Shopping), no Rio de Janeiro (UCI New York City), em Fortaleza (UCI Shopping Iguatemi) e no Recife (UCI Kinoplex de Lux).

Não há informações se haverá a exibição da entrevista com Peter Jackson – e os ingressos começam a ser vendidos no dia 31 de janeiro.

A versão Imax de Get Back terá apenas uma hora de duração e trará a íntegra do último show ao vivo feito pelos Beatles, quando, depois de semanas cogitando locais para esta apresentação (entre fazendas no interior da Inglaterra, cruzeiros pelo Mediterrâneo e um anfiteatro ancestral na Líbia), o grupo escolheu tocar no topo do prédio de sua gravadora, a Apple, em Londres.

A histórica apresentação rendeu algumas versões definitivas para clássicos do grupo, como “Get Back” e “I’ve Got a Feeling”, e enfrentou problemas com as autoridades locais. “Estou emocionado com o fato do concerto do topo do prédio de ‘Get Bac’k será exibido em Imax, naquela tela enorme”, disse o diretor em um comunicado à imprensa, “é o último show dos Beatles e é a forma perfeita para assistir e ouvir.”

Não é o único subproduto de “Get Back”. A série também está sendo lançada em DVD e Bluray também em fevereiro, só que ao contrário do que se esperava, não há extras ou qualquer outro tipo de material além do que já foi exibido pelo canal Disney+. Há uma expectativa de que este lançamento mire apenas em fãs dos Beatles que não são assinantes do serviço de streaming da Disney e que em breve os próprios Beatles lancem uma versão encorpada deste documentário.

O seriado também deu origem a um livro de fotos, que foi publicado antes mesmo do lançamento, no ano passado. É um livro de mesa com 240 páginas e cheio de fotos tiradas principalmente pelos dois fotógrafos incumbidos de registrar a gravação da banda, Ethan A. Russell e Linda Eastman (que futuramente se tornaria Linda McCartney, ao casar com Paul), e traz diálogos dos integrantes da banda transcritos em texto.

O livro ainda conta com prefácio de Peter Jackson e uma introdução escrita por Hanif Kureishi, autor de livros como “Buda do Subúrbio”. Nem o Bluray nem o livro têm previsão de lançamento no Brasil.

Mais Recentes da CNN