Morre Christopher Plummer aos 91 anos, o ator mais velho a conquistar um Oscar

O ator também conhecido pelo papel de Capitão von Trapp, em 'A Noviça Rebelde', faleceu de causas naturais de acordo com agentes

Luana Franzão*,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O ator Christopher Plummer teve sua morte confirmada nesta sexta-feira (5), aos 91 anos de idade. De acordo com o anúncio de sua equipe  de agentes ao veículo americano especializado The Hollywood Reporter, ele morreu por causas naturais em casa, na cidade de Connecticut, nos Estados Unidos. 

“Chris era um homem extraordinário, profundamente amado e respeitado em sua profissão (…) Sua arte e sua humanidade tocaram todos os nossos corações, e sua lendária vida vai seguir como exemplo para as próximas gerações”, declarou Lou Pitt, agente de Plummer, no anúncio do falecimento.

 

Ele se tornou o ator mais velho a receber um Oscar, prêmio mais importante do Cinema. Plummer tinha 82 anos em 2012, quando foi premiado como Melhor Ator Coadjuvante em Toda Forma de Amar (2010), filme estrelado por Ewan McGregor. No longa, Plummer dá vida à jornada de um viúvo que se descobre homossexual na terceira idade.

Christopher Plummer

Christopher Plummer

Foto: Eugene Garcia

Ele já havia recebido uma indicação ao prêmio em 2009, por A Última Estação, e voltaria a receber outra em 2017, se tornando o ator mais velho a ser indicado ao Oscar, desta vez aos 88 anos.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar e instituição proeminente no meio, publicou uma nota lamentando a morte do ator: “Christopher Plummer entreteu audiências através das gerações (…) Ele trabalhou consistentemente por 60 anos. Sentiremos sua falta”.

Christopher Plummer
Christopher Plummer como Capitão von Trapp, em ‘A Noviça Rebelde’
Foto: Reprodução

Plummer também é conhecido por ter protagonizado o clássico A Noviça Rebelde, de 1963, ao lado de Julie Andrews. Ele interpretou o Capitão von Trapp.

Christopher Plummer atuou em diversos outros sucessos, como A Pantera Cor de Rosa (1979), foi Sherlock Holmes em Assassinato por Decreto (1979) e mais recentemente, intepretou o dono da herança do filme Entre Facas e Segredos, de 2019.

Além do cinema, ele se destacou em papéis em filmes para a televisão, que lhe renderam dois prêmios Emmy, um em 1976 e outro em 1994. O ator também é respeitado no teatro, arte na qual foi laureado duas vezes com o Tony, prêmio mais importante da área, em 1974 e 1997.

Mais Recentes da CNN