Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Rock in Rio proibirá presença de candidatos às eleições nos palcos do festival

    Organizadores publicaram comunicado explicando que festival acontecerá pela primeira vez, em 37 anos, durante período eleitoral e precisará se adequar à legislação

    Léo Lopesda CNN em São Paulo

    O Rock in Rio anunciou, nesta sexta-feira (26), que não permitirá a presença de candidatos às eleições de outubro nos palcos do festival, que acontecerá entre os dias 2 e 11 de setembro.

    Em um informe publicado no Instagram oficial do evento, os organizadores explicaram que o evento acontecerá “pela primeira vez, em 37 anos, em período eleitoral e, por isso, está sujeito às leis específicas vigentes nesse período”.

    “Em função disso, a organização decidiu que não será autorizada a presença de nenhuma candidato a estas eleições em seus palcos”, acrescenta o informe.

    A organização ainda recomendou às empresas, instituições e artistas envolvidos na realização do festival no Parque Olímpico na capital carioca para que tenham conhecimento da lei eleitoral.

    Informe publicado pela organização do Rock in Rio sobre a presença de candidatos às eleições de 2022 no palco do festival. / Reprodução
    Informe publicado pela organização do Rock in Rio sobre a presença de candidatos às eleições de 2022 no palco do festival. / Reprodução

    Manifestações políticas de artistas e público

    A dúvida em relação à legalidade de manifestações políticas por parte de artistas, ou até mesmo do público, durante eventos culturais é uma das questões mais frequentes em relação às eleições brasileiras.

    O “CNN FAQ Eleições 2022” reúne essas principais dúvidas e explica que, de acordo com o Supremo Tribunal Federal (STF), as manifestações estão permitidas.

    Há um entendimento de que a manifestação de apoio a um determinado candidato por parte de um artista não configura irregularidade na campanha eleitoral.

    O mesmo vale para manifestações de apoio provindos do público presente e são assegurados pelo direito à liberdade de expressão.

    Ilustração 3D de como será a Cidade do Rock no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, para a edição de 2022 do Rock in Rio. / Reprodução