Messi desiste de romper contrato e diz a site que fica no Barcelona até 2021


Luana Franzão* da CNN, em São Paulo
04 de setembro de 2020 às 13:55 | Atualizado 04 de setembro de 2020 às 14:08

Lionel Messi afirmou nesta sexta-feira (4) que ficará no Barcelona até que seu contrato com o time acabe, em junho de 2021. Nos últimos dias, o atacante protagonizou as principais discussões no mundo do esporte, ao afirmar que gostaria de deixar o clube no qual passou 17 anos.

A declaração de Messi foi feita em entrevista ao site argentino da TyC Sports. A desistência da saída também foi uma forma de evitar uma disputa judicial com o Barcelona.

Segundo o jogador, o contrato permitia que ele mudasse de clube sem custos ao final desta temporada (2019/2020). Já o time espanhol afirmou que a cláusula expirou e Messi teria de pagar uma multa de 700 milhões de euros (R$ 4,3 bilhões, aproximadamente) caso optasse por sair.

A polêmica se intensificou nesta semana quando o jogador não se apresentou para os testes da Covid-19 que o time realizou e também faltou ao primeiro treino, reafirmando suas expectativas de não participar da temporada 2020/2021 pelo clube.

A La Liga, principal liga de futebol da Espanha, posicionou-se a favor do clube, confirmando que Messi deveria ser multado. Após a decisão, Messi enviou uma carta à instituição se opondo ao posicionamento.

Leia também:
Racismo e homofobia aumentaram no futebol em 2020, diz pesquisa britânica
Chelsea anuncia contratação mais cara da história do futebol feminino

Após dias de negociação, Messi decidiu "evitar um escândalo judicial com o clube de sua vida", segundo o site argentino. 

Messi também concedeu uma entrevista ao site esportivo Goal. O jogador revelou preocupações com sua família, que não teria respondido bem à possibilidade de se mudar de Barcelona: "Quando comuniquei isto para minha esposa e meus filhos foi um drama bárbaro", disse o jogador.

Pai de Messi disse que jogador pode ficar mais um ano no clube

Após se reunir com direção do Barcelona, pai de Messi disse que jogador pode ficar mais um ano no clube

Foto: Albert Gea - 18.ago.2018/ Reuters

Sobre as especulações e a demora no anúncio da permanência, o jogador afirmou que "tudo ficou muito difícil depois da derrota em Lisboa", em referência ao jogo que o clube espanhol perdeu do alemão Bayern de Munique.

*sob supervisão de André Rigue.