Após impasse, jogo do Flamengo é confirmado horas antes do apito inicial

Estádio equatoriano havia sido interditado após casos de Covid-19 entre os jogadores do time brasileiro

Gabriel Passeri*, da CNN
22 de setembro de 2020 às 19:28 | Atualizado 22 de setembro de 2020 às 19:33
Estádio do Barcelona de Guayaquil, Monumental Isidro Romero Carbo
Foto: Divulgação/Twitter @Flamengo (22.set.2020)

Depois de longa indefinição, o confronto entre Barcelona e Flamengo pela Libertadores foi confirmado para às 19h15 desta terça-feira (22), horas antes do início da partida.

A incerteza começou quando autoridades sanitárias do Equador informaram que o palco do jogo, o Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, estaria interditado após sete jogadores do clube carioca testarem positivo para o novo coronavírus. Mais tarde, Prefeitura de Guayaquil voltou atrás e informou que o estádio estava habilitado para sediar o duelo.

Leia também:

Del Valle 5x0 Fla é maior derrota do clube na Libertadores; relembre goleadas

No Equador, jogadores do Flamengo testam positivo para Covid-19

Após casos de Covid-19, estádio onde Flamengo jogaria hoje é interditado

Por meio de comunicado oficial, o Barcelona de Guayaquil informou que foram notificados pelo Ministério da Saúde do Equador, Serviço Nacional de Gestão de Riscos e Emergência, Conmebol, Federação Equatoriana de Futebol e Prefeitura de que o jogo contra o Flamengo seria realizado. “Há um protocolo da Conmebol, o qual está sendo respeitado e cumprido em todo momento”, diz a nota.

Por volta das 17h30, o ministro da Saúde equatoriano, Dr. Jaun Zevallos, se posicionou sobre a realização da partida, válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. “Uma vez aplicados os protocolos de biossegurança, o encontro entre Barcelona e Flamengo pela Copa Libertadores deveria ser realizado”, tuitou o ministro vestindo uma camisa do time mandante. 

O Flamengo é atualmente o segundo colocado do Grupo A da Libertadores, com 6 pontos — três a menos que o líder Independiente del Valle, que tem 100% de aproveitamento. Na chave, o Junior Barranquilla, da Colômbia, tem 3 pontos e o Barcelona de Guayaquil ainda não somou nenhum.

(*Sob supervisão de Evelyne Lorenzetti)