Corinthians adia estreia de Willian em respeito à portaria da Anvisa

Clube informa que meio-campista não fará estreia neste domingo (12), contra o Atlético-GO, já que não cumpriu os 14 dias de quarentena exigidos por ter chegado do Reino Unido

Meio-campista Willian (E) participa de treino do Corinthians
Meio-campista Willian (E) participa de treino do Corinthians Rodrigo Coca - 9.set.2021/Agência Corinthians

Murillo Ferrarida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Corinthians informou neste domingo (12) que adiou a estreia do meio-campista Willian para cumprir a portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que determina quarentena para pessoas que cheguem ao país depois de passar pelo Reino Unido.

No sábado, a Anvisa notificou o clube e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que o atleta cumpra isolamento de 14 dias.

“O Sport Club Corinthians Paulista esclarece que, em observância à portaria 655/21 da Anvisa (que trata de restrições de entrada no Brasil de pessoas vindas do Reino Unido), o atleta Willian não irá a campo para a partida deste domingo, em Goiânia, contra o Atlético-GO”, disse o clube, em comunicado.

Segundo o órgão sanitário, o jogador não cumpriu a quarentena obrigatória de 14 dias, já que chegou ao Brasil no dia 1º. A obrigatoriedade da quarentena foi usada pela agência para interromper o jogo entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

“Desde o início da pandemia, o clube sempre cumpriu as regras sanitárias impostas pelas mais diferentes autoridades de saúde, mesmo que algumas delas tenham se revelado confusas. Logo, cumprirá sem objeções o papel de difusor das medidas da portaria 655/21.”

O Corinthians afirmou, no entanto, que se reservava o direito de “protestar quanto ao tratamento desigual dispensado pelo órgão”.

“O clube espera que a Anvisa e os demais órgãos públicos que compõem o sistema orientem com maior clareza os viajantes, atletas ou não, e os monitorem de forma igualitária e clara, buscando atingir o objetivo da portaria, que é o de preservar vidas, evitando especulações indesejadas e desinformação”, concluiu.

Entenda o caso

No sábado (11), a Anvisa afirmou que recebeu “notícias não oficiais” de que o jogador corintiano estava participando de treinos e faria sua estreia pelo time neste domingo (12).

Com isso, a agência reguladora diz ter acionado o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) para que adotasse as “ações necessárias para o cumprimento das medidas sanitárias”.

A Vigilância Sanitária de Goiânia também foi acionada para se descolocar até o hotel onde o Corinthians está hospedado na cidade.

“A Anvisa considera a situação como sendo de risco sanitário grave e espera a atuação pelas autoridades de saúde locais, a fim de que adotem as medidas de fiscalização necessárias, determinando a imediata quarentena do jogador”, afirmou a agência em nota.

Por Willian ser cidadão brasileiro, a autuação para acompanhamento do isolamento deve ser realizada pela autoridade local de saúde, inclusive para o acionamento de autoridades policiais, caso necessário.

Mais Recentes da CNN