Jogador que agrediu árbitro na Série A2 do Gauchão é suspenso por 730 dias

Auditores Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul acompanharam, de forma unânime, o voto do relator do caso a favor da suspensão de William Ribeiro, do São Paulo de Rio Grande

Após agressões, árbitro precisou ser retirado do estádio em uma ambulância
Após agressões, árbitro precisou ser retirado do estádio em uma ambulância Reprodução/FGFTV

Murillo FerrariJulyanne Jucáda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS) decidiu na segunda-feira (18) pela suspensão de 730 dias ao jogador William Ribeiro, que agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro em partida da Série A2 – a divisão de acesso – do campeonato gaúcho.

Os auditores Carlos Augusto Peixoto Reis, Carlos Renato Martini, Carla Souto Gonçalves e o presidente da comissão, Camilo Gomes de Macedo, participaram da sessão e acompanharam, de forma unânime, o voto do relator Assis Rafael Machado da Silva.

Em 4 de outubro, a partida entre Esporte Clube Guarani e São Paulo de Rio Grande pela 12ª rodada da competição, foi interrompida por cenas de extrema violência.

Relembre o caso

Em imagens registradas por veículos de comunicação, é possível ver o jogador do São Paulo agredindo o árbitro, que desmaiou no local.

Após receber vários chutes, mesmo inconsciente, Crivellaro foi levado de ambulância ao hospital São Sebastião Mártir.

Segundo informações da Federação Gaúcha de Futebol, o árbitro se recupera em Santa Maria, sua cidade natal. A federação afirmou que “segue dando todo o suporte necessário ao profissional”.

Mais Recentes da CNN