Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Polícia do Rio confirma três prisões após briga entre torcidas de Fluminense e Boca

    Torcedores das equipes finalistas da Libertadores entraram em confronto na praia de Copacabana

    Torcedores de Fluminense e Boca Juniors entraram em confronto na praia de Copacabana
    Torcedores de Fluminense e Boca Juniors entraram em confronto na praia de Copacabana

    Marcos Rosendoda CNN

    A Polícia Militar do Rio de Janeiro confirmou que dois argentinos e um brasileiro foram presos e levados para a delegacia após briga entre torcedores do Fluminense e do Boca Juniors, nesta quinta-feira (2), na praia de Copacabana. A confusão aconteceu próximo ao Posto 2, ao lado da Fan Zone, área de entretenimento montada pela Conmebol para a final da Copa Libertadores.

    Vários vídeos da pancadaria, também registrada no Posto 5, viralizaram nas redes sociais. As imagens mostram policiais dispersando os torcedores com bombas de efeito moral. A briga causou correria entre os banhistas e algumas crianças se perderam de seus pais.

    Houve registros também de pessoas deitadas no calçadão de Copacabana, que passaram mal após inalarem os gases dos artefatos lançados pela PM.

    Centenas de argentinos tomaram diversos pontos da praia de Copacabana e, neste feriado de Finados, a orla ficou lotada de torcedores do Boca. Em diversos pontos da praia eles fincaram bandeiras nas cores tradicionais do clube xeneize, azul e amarelo.

    Na terça-feira (30), a Polícia Militar já tinha registrado violência envolvendo as torcidas do Fluminense e do Boca, quando um grupo de torcedores argentinos foi agredido e roubado na praia de Copacabana. As agressões também foram registradas por celular e exibidas nas redes sociais.

    Fluminense e Boca Juniors vão se enfrentar no sábado (4), no Maracanã, pela final da Copa Libertadores. O consulado Geral da Argentina no Rio de Janeiro chegou a estimar em 100 mil o número de argentinos presentes na Cidade Maravilhosa para a decisão do título.

    Confira a nota da Polícia Militar do Rio de Janeiro

    A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, na tarde desta quinta-feira (2/11), policiais militares do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidão (RECOM), em conjunto com agentes do 19ºBPM (Copacabana) atuaram em uma confusão entre torcedores em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

    De acordo com o comando das unidades, a confusão teve início na área Funfest da Praia de Copacabana e os policiais presenciaram os ataques entre as torcidas.

    De imediato, os agentes realizaram um cerco na área, controlaram a situação e dois homens, turistas argentinos e um terceiro homem, brasileiro, foram conduzidos à 12 ª DP.

    Vale destacar que o policiamento no local está reforçado com policiais do batalhão do 19ºBPM, do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidão (RECOM), do Batalhão de Polícia de Choque e com aeronaves fazendo patrulhamento aéreo. Toda a orla segue sendo monitorada para garantir a segurança dos moradores e turistas.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas