Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Presidente do Barcelona confirma Vitor Roque e se derrete: “Diferente dos que tivemos”

    Joan Laporta comentou a contratação e evitou comparações com Ronaldo e Romário

    Vitor Roque marcou o gol da vitória do Athletico na Arena da Baixada
    Vitor Roque marcou o gol da vitória do Athletico na Arena da Baixada Reprodução/Twitter/Rafael Arantes

    Matheus Muratorida Itatiaia

    Presidente do Barcelona, da Espanha, Joan Laporta confirmou nesta terça-feira (11) a contratação do atacante Vitor Roque, do Athletico-PR e com passagem pelo Cruzeiro. O dirigente afirmou que o jovem, de 18 anos, defenderá o clube espanhol a partir de 2024 — de janeiro ou junho em diante — e rasgou elogios ao atleta.

    “Já está contratado. Temos esse plano de viabilidade e está previsto para janeiro ou junho, a menos que as circunstâncias previstas melhorem, embora ainda possam ocorrer. O contrato está assinado e feito, e o jogador já é do Barça. É jogo bonito”, afirmou, em entrevista a Mundo Deportivo e Sport, ambos da Espanha.

    Sem comparações com Ronaldo e Romário

    Laporta também comentou sobre a expectativa quanto a Vitor Roque. Ele citou outros dois brasileiros com passagem pelo Barça: Romário, de 1993 a 1995, e Ronaldo, entre 1996 e 1997, ambos vencedores dos prêmios de melhor do mundo da Fifa.

    “Gols. É um estilo muito próprio. Não dá para comparar com Ronaldo ou Romário. É um jogador que pisa na área e chuta com as duas pernas de qualquer lugar dentro da área. É diferente dos que tivemos. Não posso dizer que é um Ronnie porque ele joga diferente, nem um Romário, que parecia de um desenho animado”, disse.

    Vitor Roque e o Athletico-PR voltam a campo às 21h30 desta quarta-feira (12). O Furacão recebe o Flamengo na Arena da Baixada, em Curitiba, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil.

    Vitor Roque no Barça

    Barcelona e Athletico-PR acertaram no último sábado (8) o negócio por Vitor Roque. O clube catalão vai desembolsar 74 milhões de euros (cerca de R$ 395 milhões) para contar com a promessa brasileira.

    Um dos clubes formadores de Vitor Roque, o Cruzeiro teria direito a 1,076% da transação pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

    Vitor Roque estreou como profissional pelo Cruzeiro, em outubro de 2022. Ele foi contratado pelo Furacão em abril de 2023, com contrato até 2027.

    América-MG tem direito

    O América tem 15% dos direitos econômicos sobre Vitor Roque, o que implica em um repasse milionário caso a transferência seja concretizada. O jogador deixou o clube para assinar com o Cruzeiro em 2018, ainda na categoria sub-15, e o Coelho tem direito a 0,252% do mecanismo de solidariedade da Fifa.

    Barcelona e o fair play financeiro

    O Barcelona se organiza financeiramente para anunciar Vitor Roque, já que precisará liberar três jogadores antes de esbarrar no fair play financeiro da Uefa. Isso, inclusive, impediu o retorno do atacante argentino Lionel Messi, de 36 anos, ao clube espanhol. Esse detalhe também poderia atrapalhar o investimento no jogador do Athletico-PR.

    Cruzeiro busca valor milionário na Justiça

    O Cruzeiro segue na tentativa de receber uma quantia milionária pela saída litigiosa de Vitor Roque. A diretoria celeste tenta angariar mais de R$ 56 milhões por meio da Justiça.

    Revelações importantes foram feitas no segundo episódio da série “A Virada”, que conta histórias de bastidores do Cruzeiro, e segue em exibição no Globoplay e sportv, plataformas da TV Globo.

    “O caso está na CNRD. A gente está bastante otimista em que vamos ter sucesso. São dois processos: um trabalhista, onde teve depósito de R$ 24 milhões para todos os clubes (Cruzeiro e América), e nós estamos buscando os 27 (milhões de reais); e tem também uma causa cível, no valor de R$ 56 milhões. Tudo soma quase R$ 100 milhões pelo Vitor Roque”, revelou Alexandre Cobra, secretário-geral do Cruzeiro, no segundo capítulo da série.

    Duas ações tramitam sobre o tema Vitor Roque: na Câmara Nacional de Resoluções e Disputas (CNRD) e na Justiça do Trabalho.

    Na CNRD, o Cruzeiro questiona que fez uma proposta de renovação ao atacante antes de o Furacão depositar em juízo, em abril de 2022, os R$ 24 milhões — na Justiça do Trabalho —, que culminou com a saída do atacante. Na Câmara Nacional de Resoluções e Disputas, o Cruzeiro pede os R$ 56 milhões.

    Na Justiça Trabalhista, o Cruzeiro tenta a correção dos R$ 24 milhões. O clube quer mais R$ 3 milhões (totalizando R$ 27 milhões). Na primeira audiência, a equipe celeste acabou não tendo seu pedido deferido. E, por isso, recorreu.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original