Piloto relatou problemas técnicos pouco antes da queda de aeronave no Paquistão

Avião com 99 passageiros e 8 tripulantes caiu após desaparecer do radar

Da CNN, em São Paulo
22 de maio de 2020 às 10:54 | Atualizado 22 de maio de 2020 às 13:33
Local onde o avião da Pakistan International Airlines caiu, perto do aeroporto de Karachi
Foto: Akhtar Soomro - 22.mai.2020 / Reuters

O porta-voz da companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA), Abdullah Khan, disse que o piloto do avião que caiu nesta sexta-feira (22) na cidade de Karachi, no sul do Paquistão, relatou problemas técnicos pouco antes da queda. O acidente aéreo deixou mais de 30 mortos, segundo o Ministério da Saúde do país.

"A última coisa que ouvimos do piloto foi que ele estava com problemas técnicos", afirmou, acrescentando que o piloto do Airbus A320 fez uma chamada de emergência relatando as dificuldades.

"Ele foi informado de que as duas pistas estavam prontas onde ele poderia pousar, mas o piloto preferiu fazer a volta. É um incidente muito trágico", disse o porta-voz.

Assista e leia também:
Avião que levava médico com Covid-19 cai e mata 4 pessoas no Ceará
Tráfego aéreo doméstico cai 70% no mundo após COVID-19, diz Iata

O Ministério da Aviação do país informou que a aeronave tinha 99 passageiros e 8 tripulantes. O voo PK8303 decolou da cidade de Lahore e estava programado para aterrissar em Karachi às 14h30 (6h30 em Brasília), mas desapareceu do radar, segundo Khan.

Segundo um funcionário do departamento de aviação civil do país, o avião parecia não conseguir liberar as rodas antes do pouso em razão de uma falha técnica.

Outro funcionário, Abdul Sattar Khohar, contou que o piloto recebeu autorização para pousar no aeroporto de Karachi e que as pistas estavam prontas para recebê-lo, mas ele optou por contornar a área e "fez uma chamada de emergência antes da queda".

Em uma gravação das comunicações na aeronave, obtida pela CNN de uma fonte do governo paquistanês, é possível ouvir o piloto conversando com funcionários do controle de tráfego aéreo sobre sua chegada pouco antes de dizer: "Perdemos motores". Um porta-voz da empresa aérea confirmou a autenticade do áudio. 

Na gravação, também ouve-se os controladores pedindo ao piloto para confirmar o pouso, mas não é possível ouvir a resposta.

Segundos depois, o piloto faz várias chamadas de emergência, seguidas pela informação dos controladores de que as pistas de pouso estão liberadas. O áudio, então, é cortado.

(Com Reuters)