Não é só no RJ: praias da Inglaterra ficam lotadas em dia ensolarado; veja vídeo

Banhistas ignoraram recomendação de manter distanciamento social

Da CNN
25 de junho de 2020 às 15:29

Autoridades de Bournemouth, uma popular cidade litorânea do sul da Inglaterra, declararam nesta quinta-feira (23) um "grande incidente" sobre o que chamaram de "comportamento irresponsável" em que multidões ignoraram as orientações de saúde pública sobre o novo coronavírus.

A declaração veio após um grande número de banhistas lotarem a praia, resultando em trânsito nas estradas, acampamentos ilegais durante a noite e consumo de álcool.

"Estamos absolutamente chocados com as cenas testemunhadas em nossas praias, particularmente em Bournemouth e Sandbanks, nas últimas 24-48 horas", disse o líder do Conselho, Vikki Slade, em comunicado.

Segurança

As medidas de distanciamento social estão em vigor na Grã-Bretanha desde março para retardar a disseminação do novo coronavírus, embora as regras devam ser significativamente relaxadas a partir de 4 de julho.

Com os bares ainda fechados, muitas pessoas foram a parques e praias. Em alguns casos, ignorando os conselhos para manter 2 metros de distância.

Em Bournemouth, as estradas foram obstruídas por estacionamento ilegais. Equipes de limpeza urbana relataram lixeiras transbordando com cerca de 33 toneladas de lixo.

A resposta emergencial à população envolverá mais patrulhas policiais, fiscalização adicional nos estacionamentos, despejos de campistas não autorizados e sinalização nas estradas pedindo para as pessoas não se deslocarem até o litoral. 

"Aconselhamos fortemente que o público pense duas vezes antes de ir à praia", disse Sam de Reya, da força policial local. "Claramente ainda estamos em crise de saúde pública e um volume tão significativo de pessoas que se dirige para uma área coloca uma pressão adicional sobre os recursos de serviços de emergência".

Leia também:

Praias de São Paulo reabrem e liberam prática de esportes com distanciamento

Pernambuco reabre praias para a prática de esportes em alguns municípios

Protesto em memória das vítimas da Covid-19 é atacado na Praia de Copacabana

Rio de Janeiro

Apesar do inverno no hemisfério sul, a movimentação em praias também foi registrada no Brasil. No domingo (21), muitas pessoas no Rio de Janeiro romperam o isolamento social da pandemia do novo coronavírus para aproveitar o dia, que chegou a registrar 35,8°C na capital fluminense.

A preocupação é com a taxa de contaminação da doença. Segundo boletim oficial da Secretaria de Saúde do Estado, no domingo, o Rio registrava cerca de 96.100 casos de contaminados, e 8.875 mortes vítimas da Covid-19.

O governo do Rio de Janeiro regulamentou a flexibilização da quarentena e, atualmente, permite a caminhada nos calçadões e a prática de atividades individuais no mar, como natação e surf, mas ficar em grupos na areia está proibido por gerar aglomerações.

(Com Reuters)