Ex-embaixadora dos EUA na ONU elogia política externa de Trump e critica Obama

Haley destacou principalmente as atitudes do atual presidente diante de Coreia do Norte e Irã, sempre traçando paralelos com a administração Obama

Da CNN, em São Paulo
25 de agosto de 2020 às 00:29 | Atualizado 25 de agosto de 2020 às 00:30

Um dos principais discursos da primeira noite da convenção do Partido Republicano para as eleições dos Estados Unidos foi da ex-embaixadora americana na ONU e ex-governadora da Carolina do Norte Nikki Haley, que defendeu a política externa de Trump.

“Trump sempre colocou os EUA em primeiro lugar. A ONU não é para os fracos, é um lugar que ditadores apontam o dedo na cara do nosso país e pedem que nós paguemos as contas deles, Trump colocou fim nisso. Em sua administração ele fez o que Obama e Biden não fizeram, ele nos ergueu contra nossos inimigos”, disse.

Leia também

Trump Jr. associa Biden a China e faz pregação anticomunista em convenção

EUA têm novos protestos contra o racismo após negro ser baleado por policiais

Em primeira fala na convenção, Trump volta a citar possível fraude em eleição

Ex-embaixadora americana na ONU e ex-governadora da Carolina do Norte, Nikki Haley durante discurso na convenção do Partido Republicano (24.ago.2020)
Foto: CNN Brasil

Haley destacou principalmente as atitudes do atual presidente diante de Coreia do Norte e Irã, sempre traçando paralelos com a administração Obama.

“Obama e Biden deixaram a Coreia do Norte ameaçar os EUA, Trump impôs a eles sanções. Obama deixou que outros países, como o Irã, fechassem um acordo nuclear que era ruim para os EUA, Trump acabou com isso. Trump tem abordagem diferente, ele é duro com a China, ele combateu o Estado Islâmico, ele trabalha para colocar os EUA para frente enquanto Biden coloca o país para trás”, afirmou.

(Edição do texto: Paulo Toledo Piza).