Laura se torna furacão e deve ganhar força a caminho do Texas e Louisiana (EUA)

Atualmente, o fenômeno tem ventos máximos sustentados de 120 km/h, segundo dados da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA

Madeline Holcombe, da CNN
25 de agosto de 2020 às 10:58 | Atualizado 25 de agosto de 2020 às 15:03

Após chegar a Cuba como uma tempestade tropical, o fenômeno Laura ganhou força e se transformou em um furacão na Costa do Golfo dos Estados Unidos. Agora, ele deve ficar ainda mais potente enquanto segue rumo aos estados do Texas e Louisiana.

Atualmente, o furacão Laura tem ventos máximos sustentados de 120 km/h, segundo dados da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA (NOAA, em inglês). Ele deve evoluir para categoria 3 nesta quarta ou quinta-feira. O centro do fenômeno está localizado a pouco mais de 1 mil km da cidade de Lake Charles, em Louisiana.

Assista e leia também:
Ciclone, tufão, furacão, tempestade: a diferença entre esses fenômenos naturais
Isaias chega à Carolina do Norte como furacão de categoria 1 e causa morte
Após chegar ao Texas, Hanna é rebaixado de furacão para tempestade tropical

Furacão Laura ganha força a caminho dos EUA
Foto: Nasa

Laura chega à Costa do Golfo após a região escapar da passagem da poderosa tempestade Marco, que se enfraqueceu significativamente antes de chegar aos EUA.

Regiões em alerta

As regiões costeiras do Texas e de Louisiana estão em alerta para a chegada do Laura, que pode atingir esses estados como furacão de categoria 2 na noite de quarta-feira (26), informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA. 

Mas as águas quentes do Golfo do México indicam que o Laura pode ganhar ainda mais força se as condições estiverem adequadas, disse Rob Shackelford, meteorologista da CNN.

Como tempestade tropical, o Laura matou ao menos nove pessoas no Caribe. Quando tocar o solo nos EUA, pode causar chuvas intensas na costa do país.

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês.)