Manifestante pede namorada em casamento em protesto em Belarus

Ato contra Alexander Lukashenko parou para aplaudir o momento

Reuters
30 de agosto de 2020 às 15:24 | Atualizado 30 de agosto de 2020 às 15:25
Manifestante pede namorada em casamento durante protesto em Minsk, Belarus
Foto: Reprodução/Reuters (30.ago.2020)

Um manifestante em Belarus se ajoelhou para pedir a namorada em casamento durante os protestos deste domingo (30) contra o presidente Alexander Lukashenko. 

Participantes aplaudiram os novos noivos após a mulher aceitar o pedido com um beijo e um abraço.

Em uma atmosfera festiva, dezenas de milhares de manifestantes foram ao centro de Minsk, capital do país. Alguns carregavam balões, flores e bandeiras, outros cantavam canções, ocasionalmente. 

Veja também:

E Tem Mais: os protestos em Belarus, a 'última ditadura da Europa'

Em meio a protestos, líder de Belarus diz que não haverá eleições até sua morte

Apesar dos protestos serem principalmente pacíficos, a polícia fez detenções esporádicas ao longo do dia, aglomerando pessoas dentro de vans. Ao menos 140 pessoas foram detidas, disse o ministério do Interior, de acordo com a RIA.

Lukashenko, que completou 66 anos neste domingo, está tendo dificuldade para conter semanas de greves e protestos desde que venceu as eleições em 9 de agosto, que a oposição diz terem sido fraudadas.

Ele nega fraude eleitoral e diz que os manifestantes são apoiados pelo exterior.