Príncipe Charles e duquesa Camilla recebem a primeira dose da vacina da Covid-19

O fabricante do imunizante não foi revelado; Charles já havia sido infectado na primeira onda da pandemia, em março de 2020

Max Foster e Lauren Said-Moorhouse, da CNN, em Londres
10 de fevereiro de 2021 às 12:49 | Atualizado 10 de fevereiro de 2021 às 15:56


 

Príncipe Charles, o herdeiro do trono britânico, recebeu a primeira dose da vacina da Covid-19, juntamente com sua esposa, Camilla, a duquesa da Cornualha, confirmou um porta-voz da Clarence House — residência oficial do casal — nesta quarta-feira (10).

O local e o fabricante das vacinas recebidas por Charles, de 72 anos, e Camilla, de 73, não foram divulgados.

Charles foi infectado pelo novo coronavírus em março, quando foi atingido por sintomas leves. Ele disse posteriormente que ele "se livrou disso de forma quase tranquila".

Mais de 12,6 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina da Covid-19, de acordo com dados divulgados pelo governo. O National Health Service (NHS), sistema público de saúde local, está convocando pessoas com mais de 70 anos que ainda não receberam a imunização a marcar sua aplicação.

 

Príncipe Charles e Camilla, a Duquesa da Cornualha em 09/03/2015
Foto: REUTERS/Stefan Wermuth


No mês passado, a Rainha Elizabeth II, de 94 anos, e o Duque de Edimburgo, de 99, receberam a primeira dose da vacina, de acordo com porta-voz do Palácio de Buckingham.

As inoculações foram coordenadas pelo médico pessoal da família no Castelo de Windsor, disse uma fonte da realeza.

 

A família real está tomando as vacinas publicamente, de acordo com o grupo etário que está sendo imunizado em todo o país. Geralmente, assuntos de saúde da realeza britânica são mantidos longe do público, considerados como questões privadas. Entretanto, eles decidiram tornar a vacinação pública como forma de incentivar a população a imunizar-se e de evitar especulações.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês).

*Com informações da Reuters