Espanha permitirá entrada de turistas vacinados a partir de 7 de junho

Nova regra comunicada pelo primeiro-ministro Pedro Sanchez inclui passageiros de fora da União Europeia

Reuters
21 de maio de 2021 às 10:02 | Atualizado 21 de maio de 2021 às 16:22

 

A Espanha permitirá que pessoas de países fora da União Europeia que foram vacinadas contra a Covid-19 entrem no país a partir de 7 de junho, disse o primeiro-ministro Pedro Sanchez nesta sexta-feira (21).

A nova regra se aplicará a viajantes vacinados, independentemente de seu país de origem, principalmente dos Estados Unidos, disse Sanchez em um discurso na feira internacional de turismo FITUR, em Madri.

Falando um dia depois que a União Europeia chegou a um acordo há muito esperado para certificados de vacinas digitais, Sanchez disse que o retorno do turismo será o principal impulsionador da recuperação econômica da Espanha.

Paralelamente, a partir de 24 de maio, a Espanha permitirá que turistas de países fora da UE considerados de baixo risco de infecção por coronavírus entrem sem um teste de PCR negativo.

Turista em embarque de voo internacional
Foto: Reprodução / CNN

A Grã-Bretanha, maior mercado espanhol para turistas estrangeiros, fará parte da lista, assim como Austrália, Nova Zelândia e Israel, entre outros. "Eles são bem-vindos - mais do que bem-vindos - sem restrições nem controles de saúde", disse ele a repórteres na feira.

Com as reservas de hotel já se recuperando desde que o estado de emergência expirou no início deste mês, Sanchez disse que o novo regime de viagens permitirá que as chegadas de turistas internacionais atinjam até 70% dos níveis pré-pandêmicos até o final do ano. Neste verão, ele previu que as chegadas poderiam atingir 30% -40% dos níveis de 2019.

O número de turistas estrangeiros na Espanha despencou mais de 80% em 2020, seguindo as restrições da Covid-19.

(Reportagem de Nathan Allen, Clara-Laeila Laudette, Belén Carreño e Inti Landauro, edição de Andrei Khalip).