Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Avião da Presidência decola para Roma e pode ser usado para repatriar brasileiros em Gaza

    Aeronave tem capacidade para transportar 40 passageiros e viajará com destino à capital italiana, onde aguardará instruções ao pousar na cidade

    Avião VC-2 da Força Aérea Brasileira fará o resgate de brasileiros em Israel
    Avião VC-2 da Força Aérea Brasileira fará o resgate de brasileiros em Israel Divulgação/FAB

    Teo Curyda CNN

    em Brasília

    A Força Aérea Brasileira (FAB) envia para Roma, na Itália, na tarde desta quinta-feira (12), uma aeronave da Presidência da República que pode ser utilizada para repatriar os cerca de 20 brasileiros que estão na Faixa de Gaza. O avião presidencial foi acionado para a missão em caráter de urgência.

    A aeronave, que tem capacidade para transportar 40 passageiros, viajará com destino à capital italiana e aguardará instruções ao pousar na cidade. A decisão de enviar um novo avião foi tomada enquanto o governo intensifica as negociações para liberar os cerca brasileiros que estão em Gaza e que desejam retornar ao país.

    A maioria é de mulheres e crianças e parte está reunida em uma escola local. O grupo recebeu alimentos, colchões e roupas de cama. A embaixada brasileira em Tel Aviv solicitou formalmente ao governo de Israel que não bombardeie a escola.

    O Escritório de Representação do Brasil em Ramala contratou veículos para transporte dos brasileiros até a fronteira egípcia tão logo seja possível a passagem por Rafah, que liga Gaza ao Egito, e é tratada como principal porta de escape.

    A passagem de Rafah continua fechada, sem previsão de ser liberada por questão de segurança. A área foi atacada pelo menos três vezes nos últimos dias. Além do Egito, a operação também depende de um entendimento com Israel e o grupo radical islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

    Na quarta-feira (11), o Itamaraty informou os brasileiros que estão na região que Brasil e Egito negociam a possibilidade de um “corredor humanitário” para o deslocamento das pessoas que desejam deixar Gaza.

    Israel ainda não autorizou a saída das pessoas que estão em Gaza e que querem fugir do local. O governo brasileiro intensifica as negociações neste feriado para liberá-las.

    O chefe da assessoria internacional da Presidência, Celso Amorim, telefonou nesta quinta-feira (12) para Faiza Aboul Naga, assessora direta para assuntos de segurança do presidente do Egito, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi.

    A aeronave que segue agora para Roma é um Embraer 190, designado VC-2, e integra o Grupo de Transporte Especial da FAB. A unidade existe há 82 anos e é subordinada ao gabinete do comandante da Aeronáutica.

    O GTE tem como missão transportar o presidente da República, autoridades brasileiras e estrangeiras e conduzir comitivas, órgãos para transplante e pacientes em UTIs aéreas.

    As duas aeronaves desse modelo têm uma pintura especial, em verde e amarelo. De acordo com a FAB, o valor das aeronaves é de R$ 211 milhões, já incluídos os custos com suprimentos. O VC-2 foi incorporado pela FAB em 2010 e transportou Lula, que à época era presidente, pela primeira vez em uma viagem para a Dinamarca em junho daquele ano.

    VÍDEO: Veja os próximos voos para repatriar brasileiros de Israel