Biden diz que irá ao Texas para encontrar famílias em luto após ataque em escola

Equipe quer evitar que visita presidencial seja uma distração durante os esforços de resposta e investigação

Da CNN

Ouvir notícia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou, nesta quarta-feira (25), que viajará para o Texas “nos próximos dias” para se encontrar com as famílias que estão em luto depois do ataque na Robb Elementary School, em Uvalde, na terça-feira (24), que matou 19 crianças e dois adultos.

“Jill [Biden] e eu estaremos viajando para o Texas nos próximos dias para nos encontrarmos com as famílias e informá-los que sentimos sua dor e esperamos trazer um pouco de conforto para a comunidade em choque, dor e trauma”, disse Biden em comunicado da Casa Branca.

“Como nação, acho que todos devemos estar lá para eles”, acrescentou.

Os detalhes ainda estão sendo finalizados e ainda não se sabe quando o presidente realizará a viagem – o planejamento leva em consideração que a visita não pode causar distrações em meio aos esforços de resposta.

O Hospital Universitário de San Antonio disse no Twitter que recebeu duas vítimas feridas em Uvalde, uma mulher de 66 anos e uma menina de 10 anos, ambas listadas em estado crítico.

Biden ordenou que as bandeiras fossem hasteadas a meio mastro até o pôr do sol diariamente até 28 de maio devido à tragédia. Ele ainda fez um discurso incisivo contra o setor de armas norte-americano. “Precisamos nos erguer contra esse setor”, disse.

Em sua trajetória política, Biden adotou um discurso antiarmamentista, e declarou estar “exausto” da situação no país. “Não me diga que não podemos ter um impacto nessa carnificina”.

“Esse tipo de massacre não acontece com a frequência que acontece nos Estados Unidos. Por que? Por que temos que viver com essa carnificina?”, questionou, e em seguida pediu orações pelas vítimas e suas famílias

(*Com informações de Kaitlan Collins e Renata Souza, da CNN)

Mais Recentes da CNN