Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Câmara dos EUA analisará denúncias sobre OVNIs mantidos em segredo

    A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos irá analisar denúncias de um veterano da Força Aérea de que o governo norte-americano teria recuperado e abrigado naves extraterrestres 

    Da CNN

    Os Estados Unidos são o alvo de um novo foco de investigações sobre a existência de vida extraterrestre e a possibilidade de eles terem entrado em contato com a humanidade. A Câmara dos Representantes do país irá analisar denúncias de que o governo norte-americano teria abrigado secretamente diversas naves especiais extraterrestres.

    De acordo com o presidente do Comitê de Supervisão da Câmara, James Comer, um grupo irá analisar a denúncia de um veterano da Força Aérea, que apresentou informações sobre o que ele afirma serem naves extraterrestres recuperadas e mantidas em segredo pelo governo dos EUA. Ele confirmou a informação ao site NewsNation.

    David Grusch, ex-membro da National Geospatial-Intelligence Agency, falou à NewsNation sobre o assunto. “Eles estão recuperando veículos técnicos de origem não humana – chame-os de espaçonaves, se quiser – veículos de origem exótica não humana que pousaram ou caíram”.

    Isso inclui espaçonaves de várias outras espécies, de acordo com Grusch, que alega que o governo dos EUA recuperou essas naves não humanas por décadas. “Tenho muitos ex-oficiais de inteligência sênior que vieram até mim, muitos dos quais conheci quase toda a minha carreira, que me confidenciaram que faziam parte de um programa”, disse o denunciante.

    Esta é a segunda notícia relacionada a investigação sobre OVNIs divulgada nos Estados Unidos em junho, no dia 1o, a Nasa informou que uma equipe de 16 especialistas e cientistas pretende publicar seu primeiro relatório sobre fenômenos anômalos não identificados até o meio do verão.

    “Fenômenos anômalos não identificados realmente chamaram a atenção do público, da comunidade científica e, atualmente, também do governo dos EUA, e nós da Nasa acreditamos fortemente que é nossa responsabilidade trabalharmos juntos para investigá-los com o escrutínio científico pelo qual a Nasa é bem conhecida”, disse Dan Evans, vice-administrador adjunto para Pesquisa e Direção de Missões Científicas da agência.

    (Publicado por Fábio Mendes)