Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cerca de 70 japoneses se ofereceram para lutar pela Ucrânia

    Membros das Forças de Autodefesa do Japão e veteranos da Legião Estrangeira Francesa se candidataram como voluntários, disse o jornal Mainichi Shimbun

    Passageiros em estação de trem de Tóquio, no Japão, durante pandemia de Covid-19
    Passageiros em estação de trem de Tóquio, no Japão, durante pandemia de Covid-19 9/2/2022 REUTERS/Issei Kato

    Elaine Lies e Sakura MurakamiElaine Lies e Sakura Murakamida Reuters

    Tóquio

    Ouvir notícia

    Dezenas de japoneses responderam a um chamado ucraniano de voluntários estrangeiros para combater a invasão da Rússia, de acordo com uma reportagem da mídia nesta quarta-feira (2).

    O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, pediu no domingo (27) a formação de uma “legião internacional”, levando dezenas de Estados Unidos e Canadá a se apresentarem como voluntários.

    Na terça -feira (1) , 70 homens japoneses – incluindo 50 ex-membros das Forças de Autodefesa do Japão e dois veteranos da Legião Estrangeira Francesa – se candidataram como voluntários, disse o jornal Mainichi Shimbun, citando uma empresa de Tóquio que cuida dos voluntários.

    Um porta-voz da embaixada ucraniana reconheceu ter recebido ligações de pessoas “que desejam lutar pela Ucrânia”, mas disse que não sabia mais nada sobre voluntários. Uma postagem em uma rede social da embaixada, na segunda-feira (28), informa que o país agradece aos japoneses por suas muitas perguntas sobre o voluntariado , mas acrescentou uma ressalva.

    “Qualquer candidato para isso deve ter experiência nas Forças de Autodefesa do Japão ou ter passado por treinamento especializado”, informou.

    O Japão disse a seus cidadãos para adiar viagens à Ucrânia por qualquer motivo, um aviso reiterado na quarta-feira pelo secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, que disse estar ciente dos relatórios sobre os voluntários.

    “O Ministério das Relações Exteriores do Japão emitiu um aviso de evacuação para toda a Ucrânia e queremos que as pessoas parem de viajar para o país, independentemente do objetivo de sua visita”, disse em entrevista coletiva. “Estamos nos comunicando com a embaixada ucraniana no Japão e apontamos que um aviso de evacuação está em vigor”, finalizou.

    Mais Recentes da CNN