Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Análise: o que saber sobre a “Superterça” das eleições americanas

    Superterça nos EUA ocorre quando as primeiras disputas terminam e eleitores de vários estados votam em primárias programadas na mesma data; Evento acontece em 5 de março para as eleições de 2024

    Mulher vota em Falls Church, no Estado da Virginia, EUA
    Mulher vota em Falls Church, no Estado da Virginia, EUA 07/11/2023REUTERS/Kevin Lamarque

    Zachary B. WolfEthan Cohenda CNN

    É uma nova fase importante das primárias presidenciais, quando as primeiras disputas terminam e os eleitores de vários estados votam em primárias programadas para ocorrer na mesma data.

    Isso é chamado de “Superterça” e é importante, embora nem o presidente democrata Joe Biden nem o ex-presidente Donald Trump tenham tido que se esforçar na corrida deste ano.

    As primárias de terça-feira (5) podem oferecer a última oportunidade para o esforço utópico e sem brilho da ex-governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley, para desafiar Trump pela nomeação presidencial republicana.

    O que acontece na Superterça?

    Em vez de uma única primária ou prévias, a Superterça reúne 15 disputas para os republicanos e 16 disputas para os democratas espalhadas por todo o país.

    Mais de um terço dos delegados republicanos estão em jogo, juntamente com uma porção igualmente grande de delegados democratas. Biden está invicto nas primárias desse ano e Trump perdeu apenas uma.

    Quais estados estão realizando a votação?

    Uma grande amostra do país terá votação na Superterça – estados vermelhos e estados azuis do norte, sul, leste e oeste.

    As primárias em jogo incluem os três primeiros estados do alfabeto, como qualquer estudante deveria saber dizer: Alabama, Alasca (para os republicanos) e Arkansas.

    Além disso, estão a Califórnia e o Colorado; Maine, Massachusetts e Minnesota; Carolina do Norte; Oklahoma; Tennessee e Texas; Utah; Vermont e Virgínia.

    Terça-feira também marca o fim do processo de preferência presidencial por correspondência dos democratas em Iowa e de uma convenção política democrata na Samoa Americana.

    Qual foi o desempenho de Trump e Biden nas Superterças anteriores?

    Em 2016, a Superterça foi o momento em que Trump realmente assumiu o controle das primárias republicanas. Trump venceu sete das 11 disputas naquele dia, embora tenha perdido o maior prêmio, o Texas.

    Ainda houve uma corrida acirrada por delegados em 2016, ao contrário desse ano, em que Trump venceu quase todas as disputas antes da Superterça e tem uma vantagem crescente de delegados sobre Haley.

    Eleitores fazem fila para eleições primárias de New Hampshire, em Londonderry / 23/01/2024 REUTERS/Brian Snyder

    Em 2020, Biden venceu 10 das 14 disputas da Superterça. Ele não enfrentou nenhuma competição séria dos democratas esse ano e espera-se, como é tradicional para os titulares, que vença todas as disputas na terça-feira.

    Quais são as histórias que devemos observar?

    Para os republicanos, a questão é se Haley conseguirá ganhar alguma força. Ela ganhou apenas em um estado – as primárias em Washington, DC, segundo projeção da CNN no domingo (3).

    Ela está muito atrás em termos de delegados, mas Haley insiste que os republicanos merecem uma segunda opção. Salvo alguma erupção imprevista de apoio a Haley, será que um revés na Superterça a tirará da corrida?

    Para os democratas, Biden está saindo de um chacoalhão em Michigan. Ele venceu facilmente as primárias democratas, mas mais de 100 mil eleitores democratas nas primárias votaram “descomprometido” em vez de em Biden.

    O voto “descomprometido” conquistou dois delegados de Michigan, os únicos delegados que Biden perdeu até agora.

    Com o número de mortos palestinos em Gaza ultrapassando as 30 mil pessoas, os eleitores democratas nas primárias em um estado com uma forte população árabe-americana e muçulmana protestavam contra a política do presidente em relação a Israel e queriam que ele pressionasse com muito mais força por um cessar-fogo entre Israel e o Hamas. Há sinais de mais protestos na Superterça?

    Enquanto isso, nenhum dos democratas que desafiam Biden ganhou muita força. O deputado Dean Phillips não conseguiu sair da casa de um dígito nos estados onde Biden fez campanha.

    Uma ex-rival, Marianne Williamson, tomou efetivamente a atitude incomum de suspender sua campanha.

    Ativista Natalia Latif faz campanha pelo voto descomprometido na primária democrata em Michigan / 27/02/2024 REUTERS/Rebecca Cook

    Quando essas primárias terminarão?

    Não tecnicamente na Superterça. Nenhum dos candidatos poderá obter a maioria dos delegados até ao final de março, sendo provável que ambos os candidatos passem o “número mágico” em 12 ou 19 de março.

    Trump precisará conquistar 1.215 dos 2.429 delegados, enquanto Biden precisa de 1.968 dos 3.934 delegados.

    Independentemente disso, as primárias continuarão até o início de junho. As convenções só acontecem em julho para os republicanos e em agosto para os democratas.

    Como surgiu a Superterça?

    O sistema moderno de primárias só cresceu nas últimas décadas. A Superterça cresceu com isso. O termo foi usado pela primeira vez na década de 1980.

    Os democratas nos estados do sul, querendo um candidato moderado, programaram as suas primárias para obterem mais poder no processo. Nem sempre alcançou esse objetivo.

    O então governador de Massachusetts, Michael Dukakis, um liberal, em grande parte anulou as primárias democratas de 1988 com vitórias na Superterça.

    Em 1992, porém, o então governador do Arkansas, Bill Clinton, completou seu retorno varrendo os estados do sul na Superterça daquele ano.

    Em 2008, 21 estados realizaram votações em uma Superterça no início de fevereiro, um exemplo de antecipação das primárias.

    Mas os então senadores Barack Obama e Hillary Clinton dividiram os delegados entre os democratas.

    O senador John McCain empurrou decisivamente o ex-governador de Massachusetts, Mitt Romney, para fora da corrida republicana.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original