Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden tem 4 pontos de vantagem contra Trump, diz pesquisa Reuters/Ipsos

    Cerca de 41% dos eleitores disseram que votariam no democrata se a eleição fosse realizada neste momento, e 37% escolheram o ex-presidente Trump

    Biden e Trump têm disputa acirrada pela Casa Branca
    Biden e Trump têm disputa acirrada pela Casa Branca 06/11/202301/03/2024REUTERS/Brendan McDermid e Elizabeth Frantz

    Reuters

    O presidente norte-americano, Joe Biden, ampliou marginalmente a sua vantagem sobre Donald Trump para a eleição presidencial de novembro, no momento em que o candidato republicano se prepara para o início do primeiro dos seus quatro julgamentos criminais, de acordo com uma nova pesquisa Reuters/Ipsos.

    Cerca de 41% dos eleitores registrados consultados ao longo de cinco dias da pesquisa, que encerrou na segunda-feira, disseram que votariam no democrata Biden se a eleição fosse realizada neste momento, e 37% escolheram o ex-presidente Trump. Essa vantagem de 4 pontos cresceu em comparação com a de 1 ponto que Biden teve na pesquisa Reuters/Ipsos de março.

    A pesquisa tem uma margem de erro de 4 pontos percentuais para eleitores registrados e muitos eleitores permanecem indecisos, a sete meses da eleição de 5 de novembro.

    A sondagem apontou que 22% dos eleitores registrados disseram que não escolheram um candidato, estão inclinados a opções de outros partidos ou talvez nem votem.

    Embora pesquisas nacionais forneçam sinais importantes do apoio dos norte-americanos a candidatos políticos, apenas um punhado de Estados decisivos geralmente desequilibram a balança no Colégio Eleitoral dos EUA, que no fim das contas decide quem vence a eleição presidencial.

    Os dois candidatos possuem vulnerabilidades significativas antes do que deve ser uma eleição acirrada e a primeira revanche em uma eleição presidencial dos EUA em quase 70 anos.

    Trump deve comparecer a um tribunal de Manhattan em 15 de abril para o começo do primeiro de seus quatro julgamentos criminais pendentes.

    O julgamento em Manhattan envolve acusações de que Trump acobertou um pagamento a uma atriz de filmes adultos antes da eleição de 2016 em troca do silêncio da atriz sobre um suposto encontro sexual que ela teve com Trump.

    O ex-presidente se declarou inocente das acusações e nega que teve esse encontro. Os outros julgamentos envolvem acusações de que Trump tentou reverter sua derrota eleitoral em 2020 ou que manteve irregularmente documentos sensíveis após deixar a Presidência em 2021. Trump se declarou inocente de todas as acusações.

    As vulnerabilidades de Biden incluem preocupações com sua idade — ele tem 81 anos — e fortes críticas de uma parcela do Partido Democrata pelo seu apoio à guerra de Israel contra militantes do Hamas.

    A pesquisa, que consultou adultos ao redor do país, incluiu muitas maneiras de medir o apoio a Biden e Trump, de 77 anos, e a maioria apontou para uma eleição acirrada.

    Biden teve uma vantagem menor — de apenas 1 ponto percentual – entre todas as pessoas que responderam, mas sua vantagem entre eleitores registrados é significativa porque é mais provável que quem já está registrado para votar o fará em novembro. Apenas dois terços dos eleitores elegíveis participaram da eleição presidencial de 2020, na qual Biden derrotou Trump.

    O ex-presidente liderou entre os entrevistados sem diploma universitário, enquanto Biden foi melhor entre aqueles que tem um diploma.

    A pesquisa Reuters/Ipsos incluiu respostas de 833 eleitores registrados que foram entrevistados pela internet ao redor do país. Tem uma margem de erro de cerca de 4% para eleitores regitrados.