Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Trump diz que apresentou ideia de uma “liga de lutadores migrantes” a presidente do UFC

    Ex-presidente vem usando ataque a imigrantes para promover campanha

    Ex-presidente e candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump
    Ex-presidente e candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump 18/06/2024 - REUTERS/Brendan McDermid

    Kate Sullivanda CNN

    O ex-presidente Donald Trump disse no sábado (22) que apresentou a ideia de ter uma “liga de lutadores migrantes” ao presidente do UFC, Dana White, novamente empregando uma linguagem desumanizante para descrever pessoas que entram ilegalmente nos EUA.

    “Eu disse: ‘Dana, tenho uma ideia: por que você não cria uma liga de lutadores migrantes e tem sua liga regular de lutadores. E então você tem o campeão da sua liga – estes são os maiores lutadores do mundo – lutando contra o campeão dos migrantes. Acho que o cara dos migrantes pode vencer, pois eles são durões”, disse o candidato à presidência pelo Partido Republicano em uma reunião de conservadores cristãos em Washington.

    Trump acrescentou: “Ele não gostou muito dessa ideia, mas, na verdade, não é a pior ideia que já tive”.

    O ex-presidente repetiu os comentários em um comício de campanha na Filadélfia no sábado.

    A campanha do presidente Joe Biden criticou os comentários.

    O criminoso condenado Donald Trump passou seu tempo em uma conferência religiosa ameaçando prender os latinos, gabando-se de roubar as liberdades dos americanos e prometendo ser ainda mais extremo se recuperar o poder”, disse a porta-voz Sarafina Chitika.

    “O discurso incoerente e desequilibrado de Trump mostrou aos eleitores, nas suas próprias palavras, que ele é uma ameaça às nossas liberdades e é demasiado perigoso para ser deixado perto da Casa Branca novamente.”

    O ex-presidente tem usado repetidamente uma retórica desumanizadora e inflamatória quando se refere aos imigrantes e fez dos temores sobre os imigrantes sem documentos que atravessam a fronteira entre os EUA e o México uma parte central da campanha de reeleição.

    Ele disse num comício de campanha em Ohio, em março, que pensava que alguns imigrantes “não eram pessoas”, e semanas mais tarde disse que pensava que os que cometem crimes violentos “não são humanos” e sim “animais”.

    Trump usou uma linguagem frequentemente utilizada por supremacistas brancos e nativistas quando afirmou numa entrevista no ano passado que os imigrantes estavam “envenenando o sangue do nosso país”.

    A campanha de Biden estabeleceu uma ligação entre os comentários e Adolf Hitler, que escreveu sobre a “contaminação do sangue” ou “envenenamento do sangue” em “Mein Kampf”.

    O antigo presidente afirma regularmente, sem provas, que outros países estão enviando “prisioneiros, assassinos, traficantes de drogas, doentes mentais e terroristas” para os EUA.

    Em seus comícios de campanha, ele destaca crimes violentos cometidos por imigrantes, enquanto critica a forma como Biden lida com a segurança na fronteira.

    Como presidente, Trump tomou medidas para conter a imigração ilegal e legal, visando programas de vistos e procurando restringir o reassentamento de refugiados. Ele também proibiu temporariamente viagens de sete países de maioria muçulmana durante o mandato.

    Durante a sua campanha de 2024, Trump prometeu realizar a “maior operação de deportação doméstica da história americana” para combater o que ele afirma ser uma “invasão do país”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original