Em fuga do regime Talibã, grupo de afegãos chega ao Brasil

O primeiro grupo com 30 pessoas desembarcou em Brasília-DF nessa terça-feira (22)

Chegada Refugiados Afeganistão
Chegada Refugiados Afeganistão Reprodução/CNN

Nohlan HubertusRodrigo Vasconcelosda CNN

Brasília

Ouvir notícia

“O Regime Talibã pra eles é a morte”. Foi o que afirmou a porta-voz de um grupo de igrejas que ajuda aos primeiros refugiados vindos do Afeganistão que vão tentar a vida no Brasil.

No desembarque em Brasília todos refugiados trouxeram na mala perdas. Deixaram familiares, amigos e bens pra trás. Alguns chegam ao Brasil sozinhos, entre eles 4 crianças órfãs.

Os pais não escaparam do Talibã, mas as crianças foram antes entregues por familiares a soldados e religiosos. Uma jovem de 24 anos também chega ao Brasil sozinha, toda a família foi capturada pelo regime.

Na chegada ao aeroporto de Brasília chamou a atenção o olhar sério das crianças entre 4 e 6 anos. Talvez o cansaço da viagem de cerca de 24 horas. Ou, talvez por tudo que viram acontecer no país se origem.

Em contrapartida, uma das mulheres cumprimentou com um aceno a equipe de reportagem da CNN formada por homens. Uma demonstração da liberdade que ela pode ter no nosso país. Um bebê chegou dormindo tranquilamente no colo da mãe.

Foram 3 meses de espera até a chegada ao Brasil, onde as 13 famílias com 79 refugiados afegãos vão viver a partir de agora.

Eles conseguiram fugir do regime Talibã. Com ajuda do exército norte-americano, o grupo foi levado pelos soldados ao Paquistão de maneira ilegal. No país vizinho ao Afeganistão religiosos pediram ajuda a igrejas cristãs brasileiras.

Um grupo brasileiro de onze igrejas cristãs entrou em contato com o Itamaraty, pedindo asilo aos refugiados e se responsabilizando por eles. O Governo brasileiro topou, mas ao começar a negociação com o Paquistão, houve resistência por parte do país asiático.

Segundo a porta-voz do grupo de igrejas Patrícia Leal, o Paquistão queria deportar o grupo ao Afeganistão. “O Governo brasileiro conseguiu reverter, mas a gente ficou com medo de perder essas pessoas pro Talibã” afirmou a porta-voz.

Eles foram divididos em grupos, o Governo do Paquistão não permitiu que viajassem todos juntos. A jornada do primeiro grupo de afegãos rumo ao Brasil começou nesta segunda-feira (21), num voo de Islamabad para Doha, capital do Catar.

Durante a madrugada desta terça-feira (22), eles saíram do país com destino a Brasília, antes, fizeram conexão no aeroporto de Guarulhos (SP), onde já terão apoio de representantes das igrejas. Foram quase 24 horas de viagem e mais de 17 mil quilômetros percorridos.

Aqui no Brasil, por causa da Covid-19, farão quarentena numa chácara no Distrito Federal. Depois serão adotados por famílias ligadas às igrejas, que pagarão aluguel e escola até que eles possam se colocar no mercado de trabalho brasileiro. As famílias irão pros Estados do Ceará, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Distrito Federal.

Ao chegar ao Brasil, um dos refugiados agradeceu a oportunidade de estar no Brasil e em português agradeceu: “Obrigado”.

Mais Recentes da CNN