Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Emirados Árabes Unidos prometem a Lula enviar três aviões com doações ao RS

    Por telefone, Lula agradeceu a solidariedade do presidente dos Emirados Árabes Unidos ao povo gaúcho; conversa também tratou sobre um cessar-fogo em Gaza

    Membros das Forças Armadas prestam auxílio no Rio Grande do Sul
    Membros das Forças Armadas prestam auxílio no Rio Grande do Sul 10/05/2024 - Divulgação/Ministério da Defesa

    Caroline Rositoda CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou por telefone nesta quinta-feira (16) com o presidente dos Emirados Árabes Unidos, Xeique Mohammed Bin Zayed Al Nahyan.

    A conversa durou cerca de meia hora e o presidente emirático confirmou ao presidente Lula que enviará três aviões ao Brasil, nos próximos dias, com doações em apoio ao Rio Grande do Sul.

    Os donativos foram arrecadados, principalmente, pela comunidade brasileira que mora no país.

    Pelas redes sociais, Lula agradeceu a solidariedade do Emirados Árabes Unidos à população gaúcha.

    “Conversei por telefone com o Xeique Mohammed Bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos, que me comunicou o envio de três aviões do país ao Brasil com doações em apoio ao Rio Grande do Sul nos próximos dias. Agradeci ao gesto de solidariedade aos gaúchos e às gaúchas”, escreveu Lula.

    De acordo com a Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto, Lula lembrou as enchentes que atingiram Dubai, em abril, e que também impactaram os Emirados Árabes Unidos. Lula reforçou que os episódios “demonstram a urgência e seriedade da questão da mudança climática”.

    Além do desastre no Rio Grande do Sul, os presidentes também falaram sobre “um cessar-fogo imediato em Gaza, a garantia de ajuda humanitária e uma solução negociada para o conflito entre Rússia e Ucrânia”.

    Durante a conversa, Lula convidou o Xeique Mohammed para visitar o Brasil, com a intenção de reforçar a parceria econômica entre os dois países.

    Pelo menos sete países já manifestaram intenção de ajudar o Brasil no apoio à população atingida pela tragédia no sul. Segundo o Itamaraty, Argentina, Chile, Estados Unidos, Paraguai, Uruguai e Venezuela também já ofereceram doações.