“Era como se tivesse pousado na Lua”, diz bombeiro que atuou no 11 de Setembro

Dan Daly participou do resgate às vítimas do atentado e falou à CNN Brasil sobre suas memórias do dia

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O bombeiro Dan Daly, capitão aposentado do Corpo de Bombeiros americano, falou neste sábado (11), em entrevista à CNN Brasil, sobre o resgate às vítimas do atentado de 11 de Setembro, e lembrou do impacto do ataque e a surpresa com o desmoronamento das Torres Gêmeas.

O 11 de Setembro foi um dia lindo de céu claro, do tipo que os pilotos chamam de ‘céu de brigadeiro’. Eu ia fazer um passeio de avião naquele dia, quando um colega me ligou e disse para eu ligar a TV. Perguntei: ‘que canal’? Ele falou que não importava, qualquer canal

Dan Daly, bombeiro que atuou no resgate às vítimas do 11 de Setembro

O bombeiro seguiu, então, até a estação em que atuava, no Bronx, para reunir uma equipe e se deslocar até o World Trade Center. “Tive que pegar uma van dos Correios para chegar lá. Não consegui sair com o caminhão de combate a incêndio por causa do movimento.”

“Quando chegamos no marco zero, só conseguia ver rolos de fumaça escura, o Sol estava totalmente escondido”, contou o capitão aposentado.

Como bombeiros, somos sempre falantes, mas havia um silêncio profundo entre nós, porque sabíamos que umas 50 mil pessoas podiam ter morrido naquele dia

Dias de trabalho

Ele contou que atuou no local até o amanhecer e, pelos próximos, voltou lá com sua equipe em turnos de 12 horas. “Eram 12 horas trabalhando, com 12 horas de descanso.”

Veja imagens das celebrações em homenagem às vítimas do 11 de Setembro:

Para Daly, a primeira sensação que teve ao chegar ao local do atentado é como se tivesse “pousado na Lua”.

Nada era reconhecível. O Sol estava bloqueado no meio da tarde. As Torres Gêmeas, prédios lindos que a gente amava, não existiam mais. Era inacreditável

Especial

CNN Brasil apresentou uma programação especial neste sábado, 11/09, em transmissão simultânea com a CNN americana e com correspondentes espalhados pelos Estados Unidos, em homenagem às vítimas do atentado que completa 20 anos. Confira:

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN