Estado Islâmico assume responsabilidade por ataque a bomba em Uganda

Grupo detonou dispositivo em restaurante e afirmou que local era usado como ponto de encontro de "membros e espiões do governo de Uganda"

Abu Bakr al-Baghdadi, chefe do Estado Islâmico
Abu Bakr al-Baghdadi, chefe do Estado Islâmico Foto: AL-FURQAN MEDIA / AL-FURQAN MEDIA

Reuters

Ouvir notícia

O Estado islâmico assumiu a responsabilidade por um ataque a bomba que matou pelo menos uma pessoa na capital de Uganda, Kampala, na noite de sábado (23). O grupo militante reivindicou a autoria por meio de um comunicado publicado em um canal afiliado ao Telegram.

O grupo disse que alguns de seus membros detonaram um artefato explosivo em um bar onde “membros e espiões do governo dos cruzados de Uganda se reuniam” em Kampala, no domingo.

A polícia de Uganda disse que a bomba que teve como alvo um restaurante de carne de porco nos arredores da capital estava cheia de pregos e estilhaços.

 

Mais Recentes da CNN