Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nevasca faz mais de 3,5 mil voos serem cancelados nos EUA

    Tempestades de neve e ventos da intensidade de um furacão são esperados em regiões da costa leste norte-americana

    Jordan Valinskyda CNN

    Diversas companhias aéreas dos Estados Unidos decidiram cancelar milhares de voos para este sábado (29), devido a uma forte tempestade de inverno com ventos fortes e muitos centímetros de neve que deve atingir as principais cidades da costa leste norte-americana.

    De acordo com a FlightAware, mais de 3,5 mil voos domésticos e internacionais dos EUA foram cancelados, sendo que as rotas da costa leste foram as mais afetadas.

    O aeroporto Logan, de Boston, uma cidade de grande importância para como companhias como JetBlue e Delta Air Lines, teve 300 cancelamentos. Para sábado, a JetBlue diminuiu em 50% a sua programação de voos. Cerca de 17% da programação da American e 18% da programação da United para sábado também foram canceladas.

    A Republic Airways, uma transportadora que opera voos sob os nomes American Eagle, Delta Connection e United Express, cancelou 60% de sua programação no sábado.

    Os aeroportos de Nova York, incluindo o John F. Kennedy e LaGuardia, receberam ao todo mais de 600 cancelamentos. Ambos os aeroportos têm operações importantes para as companhias Delta, JetBlue e American. O aeroporto Newark Liberty, em Nova Jersey, que acumula prinicipalmente voos da United, tem 267 cancelamentos.

    Delta, JetBlue e United emitiram isenções de viagem, permitindo que os viajantes de vários aeroportos da Costa Leste remarquem sem pagar a diferença de tarifa.

    “A equipe de meteorologia da Delta na operação da companhia aérea e no centro de atendimento ao cliente continuará monitorando o clima de inverno e fazendo ajustes táticos conforme necessário”, disse a companhia aérea.

    Um porta-voz da American Airlines disse que “espera-se que a tempestade tenha um impacto significativo em nossa operação no nordeste, especialmente no Aeroporto Internacional Logan de Boston”.

    Mais de mil cancelamentos foram registrados nesta sexta-feira (28), com a maioria ocorrendo em Chicago O’Hare.

    A rota pela região nordeste dos EUA está sendo fortemente afetada neste fim de semana, já que 75 milhões de pessoas partindo da região sudeste da Nova Inglaterra podem enfrentar neve perigosamente pesada e ventos se aproximando da intensidade de um furacão, com potencial de cortar a energia, inundar áreas costeiras e prejudicar severamente as viagens, dizem as previsões.

    É esperado que a tempestade cause uma intensa nevasca e ventos fortes em partes do nordeste dos EUA, mas o impacto exato que o frio terá em toda a região permanece um mistério.

    “Esta tempestade provavelmente se fortalecerá a uma taxa e intensidade equivalentes apenas aos furacões mais poderosos, então o potencial desta tempestade não pode ser menosprezado”, disse o meteorologista da CNN Brandon Miller. “Mas tudo se resume a localização”, disse.

    As últimas semanas têm sido difíceis para os que pretendem viajar de avião. O clima de inverno e os surtos causados pela variante Ômicron deixaram pelo menos 20 mil voos nos EUA cancelados durante a movimentada temporada de férias. À medida que as viagens aumentaram, o número de funcionários afastados pela Covid-19 deixou as companhias aéreas com menos empregados do que antes da pandemia.