Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Guerra na Ucrânia já causou a morte de mais de 1.100 civis, segundo a ONU

    Do total de vítimas fatais, 96 eram crianças; ataques também deixaram 1.754 feridos

    Prédio destruído em Kharkiv após bombardeios russos
    Prédio destruído em Kharkiv após bombardeios russos Wolfgang Schwan/Anadolu Agency via Getty Images

    Fábio Munhozda CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) informou neste sábado (26) que a guerra na Ucrânia já provocou a morte de 1.104 civis entre os dias 24 de fevereiro e 25 de março. Desse total, 96 eram crianças.

    A organização informou ainda que os ataques promovidos pelas forças russas, conduzidas pelo presidente Vladimir Putin. Deixaram 1.754 civis feridos, sendo 124 crianças. Ao todo, portanto, somando mortos e feridos, são 2.858 vítimas.

    Ainda de acordo com o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, a maioria das pessoas atingidas foi vitimada por bombardeios e ataques aéreos.

    Neste sábado, enquanto o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está na Polônia, país vizinho à Ucrânia, as forças russas continuaram os ataques contra o país presidido por Volodymyr Zelensky.

    A cidade de Lviv, no oeste da Ucrânia, foi uma das atingidas pelos bombardeios no fim de semana. Uma equipe da CNN no local registrou uma fumaça intensa no local após uma série de explosões. O chefe da administração militar regional de Lviv, Maksym Kozytsky, informou que, até a tarde de sábado (pelo horário de Brasília), não havia confirmação de mortes.

    Também foram registradas explosões em Volyn, outra cidade localizada no oeste da Ucrânia. As explosões foram ouvidas por volta das 21h, hora local (tarde de sábado no horário de Brasília), depois que quatro mísseis lançados do ar foram disparados do território da Bielorrússia, de acordo com Yurii Pohuliako chefe da administração militar regional.

    Além de Lviv e Volyn, autoridades russas informaram que as forças russas investiram neste sábado contra uma instalação de pesquisa nuclear na cidade de Kharkiv.

    “Atualmente, é impossível estimar a extensão dos danos devido a hostilidades que não param na área da instalação nuclear”, disse o post citando a Inspetoria Reguladora Nuclear do Estado. Kharkiv é a segunda maior cidade da Ucrânia e está sob ataques constantes das tropas russas desde o início da invasão.

    Críticas de Joe Biden contra Putin

    Após se encontrar com refugiados ucranianos na Polônia neste sábado, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reforçou as fortes críticas que vem fazendo nos últimos dias contra Vladimir Putin.

    “Ele é um açougueiro”, declarou o presidente dos EUA. Biden disse aos jornalistas que falou com crianças e ouviu delas pedidos de orações para familiares como avôs e irmãos. “Me lembro de quando se tem alguém em uma zona de guerra você reza todos os dias, não espera um telefonema”, afirmou o líder norte-americano.

    O governo russo respondeu a declaração de Biden e informou que o novo comentário do presidente norte-americano “diminui a possibilidade de reparar relações [entre os dois países]”.

    Mais Recentes da CNN