Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel solta 30 palestinos da prisão nesta quinta-feira (30)

    Medida faz parte do acordo de trégua, que corre risco de não ser renovado

    Tanques israelenses deixam a Faixa de Gaza após acordo de trégua com o Hamas para a libertação de reféns e entrada de ajuda humanitária
    Tanques israelenses deixam a Faixa de Gaza após acordo de trégua com o Hamas para a libertação de reféns e entrada de ajuda humanitária Reuters

    Tamar MichaelisSugam PokharelMichael Riosda CNN

    Um total de 30 palestinos foram libertados das prisões israelenses em Damon, Megiddo, Ofer, Nafha, Ktzi’ot e Ramon nesta quinta-feira (30), informou o serviço penitenciário de Israel em um comunicado.

    Nos termos da trégua com o Hamas, Israel tem de libertar três palestinos por cada refém israelense libertado.

    Depois de um longo e tenso debate sobre a extensão da trégua para um sétimo dia, o governo israelense acabou aceitando uma proposta para o Hamas libertar oito novos reféns israelenses nesta quinta-feira.

    Israel concordou em contar dois reféns russo-israelenses que foram libertados na quarta-feira (29) como parte da lista desta quinta, explicaram à CNN várias fontes familiarizadas com as discussões.

    O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Catar, Majed Al-Ansari, também reiterou os termos da extensão da trégua, afirmando que Israel libertaria 30 palestinos em troca da libertação de 10 reféns em Gaza — contando os dois cidadãos de quarta.

    *MJ Lee, Alex Marquardt, Kaitlan Collins e Becky Anderson, da CNN, contribuíram para esta reportagem