Itália resgata mais de 300 imigrantes de barco em perigo em alto-mar

A operação foi complexa devido ao pequeno tamanho da embarcação e da quantidade excessiva de pessoas a bordo

Guarda costeira italiana realizou o resgate de mais de 300 imigrantes que estavam a bordo de uma pequena embarcação em alto-mar
Guarda costeira italiana realizou o resgate de mais de 300 imigrantes que estavam a bordo de uma pequena embarcação em alto-mar Reuters / Guarda costeira italiana

Angelo Amanteda Reuters

Ouvir notícia

Em um comunicado divulgado nesta sexta-feira (21), a guarda costeira italiana informou que fez o resgate de 305 imigrantes que tentavam chegar à Europa a bordo de um barco superlotado que passou por dificuldades na ilha mediterrânea de Lampedusa.

Duas unidades da guarda costeira chegaram ao barco, que estava a cerca de 32 quilômetros da costa italiana. Entre os resgatados estão 17 mulheres e 6 menores.

A operação foi particularmente complexa devido ao pequeno tamanho do navio e às preocupações de que ele pudesse virar devido ao número excessivo de pessoas a bordo, disse o comunicado da guarda costeira.

A Itália viu um aumento no número de barcos de imigrantes nos últimos meses, e outras centenas de pessoas resgatadas no Mediterrâneo estão atualmente a bordo de três barcos de caridade esperando por um porto seguro.

A instituição humanitária Médicos sem Fronteiras (MSF), que opera o navio Geo Barents, disse no Twitter que estava transportando mais de 430 pessoas resgatadas em várias operações diferentes.

Mais Recentes da CNN