Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mamífero dugongo está funcionalmente extinto de águas chinesas, aponta estudo

    A extinção funcional ocorre quando um número reduzido de uma espécie não tem papel significante na natureza

    Um dugongo em águas indonésias. A espécie está listada como vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza
    Um dugongo em águas indonésias. A espécie está listada como vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza David Fleetham/Universal Images Group/Getty Images

    Da Reuters

    O dugongo, um simpático mamífero marinho que frequenta as águas do sul da China há centenas de anos, tornou-se funcionalmente extinto no país, de acordo com um novo estudo nesta quarta-feira (23).

    Pesquisas da Sociedade Zoológica de Londres (ZSL, na sigla em Inglês) e da Academia Chinesa de Ciências apontam que a pesca, os ataques de navios e a perda de habitat natural causada pelo homem fizeram o número de dugongos nas águas chinesas diminuir rapidamente a partir da década de 1970.

    Sem evidências de sua presença na China desde 2008, a pesquisa mostra que “esta é a primeira extinção funcional de um grande mamífero nas águas costeiras da China”, segundo o relatório.

    O dugongo, que é altamente dependente de uma dieta de ervas marinhas, foi classificado como animal protegido de chave nacional de grau 1 desde 1988 pelo Conselho de Estado da China.

    Seus habitats marinhos foram rapidamente degradados por humanos e, embora os esforços de restauração e recuperação sejam uma prioridade fundamental na China, “a restauração leva um tempo que os dugongos podem não ter mais”, disse o relatório.

    Encontrados em águas costeiras da África Oriental a Vanuatu e até o norte do Japão, eles são listados como vulneráveis ​​​​pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

    O professor Samuel Turvey, do Instituto de Zoologia da ZSL, coautor do estudo, disse que o provável desaparecimento de dugongos na China foi uma perda devastadora.

    “Sua ausência não só terá um efeito indireto na função do ecossistema, mas também servirá como um alerta – um lembrete sério de que extinções podem ocorrer antes que ações efetivas de conservação sejam desenvolvidas.”

    O estudo foi feito por uma equipe internacional de cientistas que realizaram entrevistas em 66 comunidades de pescadores em quatro províncias chinesas ao longo da região costeira do Mar da China Meridional.

    Os autores disseram que gostariam de receber qualquer evidência de que dugongos ainda possam existir na China. Eles recomendaram que o status regional da espécie seja reavaliado como Criticamente Ameaçado (Possivelmente Extinto).

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original