Militares ucranianos dizem que russos estão se retirando de Kharkiv

Tropas ucranianas têm realizado contra-ataques na região, tendo reconquistado aldeias na área leste da região

Tim Listerda CNN

Ouvir notícia

As forças armadas da Ucrânia disseram em uma breve atualização na sexta-feira (13) que as forças russas estão focadas em garantir a retirada das tropas da região norte de Kharkiv. Esses soldados estão sob crescente pressão de contra-ataques ucranianos ao longo de uma ampla frente a oeste de suas linhas de abastecimento.

O feroz contra-golpe ucraniano recuperou várias aldeias na área a leste de Kharkiv. Os avanços do país ameaçam empurrar as forças do Kremlin de volta para sua própria fronteira, ao mesmo tempo em que representam a ameaça estratégica de cortar as linhas de suprimentos da Rússia para a Ucrânia e as forças invasoras mais ao sul na região de Donbass.

Este avanço também revelou mais evidências de aparentes atrocidades russas, de acordo com uma equipe da CNN no local.

O Estado-Maior Geral também relatou mais bombardeios na fronteira longe da atual área de hostilidades, na região nordeste de Sumy – bem como um ataque aéreo contra uma vila na região.

No leste da Ucrânia, o Estado-Maior disse que houve mais bombardeios de artilharia do território controlado pela Ucrânia, enquanto os russos tentavam avançar em direção a Sloviansk, na região de Donetsk, um objetivo fundamental. A vila de Nova Dmytrivka foi atacada, ainda segundo o governo, como tem feito desde o final de abril.

Ele também destacou que houve ataques aéreos em torno de Dolyna, que fica a 20 quilômetros ao norte de Sloviansk e nas proximidades de Adamivka. Este tipo de ofensiva danificou dois locais religiosos no início desta semana na área, segundo autoridades ucranianas.

Na região de Luhansk, o Estado-Maior afirmou que um ataque russo à cidade de Zolote foi repelido.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN