Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Não há datas ainda” para retomar conversas sobre cessar-fogo em Gaza

    Delegação do Hamas deixou Cairo em 7 de março, mas ainda não há previsão de retorno

    Tanque de guerra perto da fronteira Israel-Gaza no sul de Israel
    Tanque de guerra perto da fronteira Israel-Gaza no sul de Israel 06/03/2024REUTERS/Amir Cohen

    Ibrahim Dahmanda CNN

    no Cairo

    Não há “datas ainda” para os negociadores do Hamas voltarem ao Cairo para retomar as negociações sobre um cessar-fogo em troca de libertação de reféns, disse um membro do gabinete político do Hamas à CNN neste domingo (11).

    “Não há nada de novo”, disse Hossam Badran à CNN, dizendo que o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu se recusa a responder a demandas palestinas justas em relação às necessidades básicas de Gaza.

    Ele listou “parar o assassinato, a retirada, proporcionar alívio e o retorno das pessoas deslocadas sem condições” como fatores a serem considerados.

    Uma delegação do Hamas deixou o Cairo em 7 de março após dias de negociações sem um avanço óbvio.

    Os negociadores esperavam ter um projeto de acordo esta semana após os dias de reuniões no Cairo, “mas isso não vai acontecer”, disse um diplomata familiarizado com as discussões que descreveu os últimos dias de conversas como “muito agitado.”

    A agência de notícias estatal egípcia Al Qahera, citando uma fonte sênior, disse que a delegação saiu para consultar as propostas, acrescentando que as negociações serão retomadas nesta semana.

    Israel alertou que se os reféns israelenses mantidos em Gaza não estiverem em casa até o Ramadã, eles lançarão uma ofensiva militar em Rafah, no sul de Gaza, onde cerca de 1,5 milhão de palestinos estão tentando buscar segurança contra os combates.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original