Pentágono e Pensilvânia fazem minuto de silêncio pelas vítimas do 11 de setembro

Sede do Departamento de Defesa dos EUA também foi atacada na data; na Pensilvânia, um quarto avião sequestrado por terroristas caiu após passageiros se revoltarem

Fernando Alfonso IIIAdrienne VogtMelissa Macayada CNN

Ouvir notícia

O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Washington, presta homenagem às vítimas dos ataques de 11 de setembro neste sábado, data que marca os 20 anos dos atentados. Homenagens também acontecem na Pensilvânia, com a participação da vice-presidente Kamala Harris e do ex-presidente George W. Bush, que ocupava o cargo na data dos ataques.

Um momento de silêncio em memória às vítimas que morreram no prédio foi feito após um coral de militares cantar o hino “Amazing Grace”.

Em 11 de setembro de 2001, paralelamente aos ataques nas Torres Gêmeas, um voo da American Airlines com 64 passageiros a bordo se chocou com o Pentágono e matou cerca de 120 pessoas.

O avião que atingiu o Pentágono foi o terceiro sequestrado pela Al Qaeda naquela data.

Coral entoa ‘Amazing Grace’ em homenagens às vítimas dos 11 de setembro / CNN / Reprodução

Pensilvânia também faz minuto de silêncio e toca sinos

A Pensilvânia também prestou homenagens às vítimas dos ataques do 11 de setembro. Naquele estado, uma quarta aeronave – também sequestrada por terroristas – caiu em campo aberto.

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, está presente na cerimônia. O presidente dos EUA no dia dos ataques, George W. Bush, também está no local.

A aeronave da Pensilvânia caiu após passageiros se voltarem contra os terroristas que haviam sequestrado o avião. O avião tinha como destino a cidade de São Francisco, mas logo após levantar voo quatro terroristas anunciaram o sequestro.

Mais cedo, em Nova York, o presidente Joe Biden e primeira-dama Jill Biden prestaram homenagens às vítimas do 11 de setembro nas Torres Gêmeas. Barack Obama também esteve no local.

No momento em que o avião cai na Pensilvânia, os ataques ao World Trade Center e ao Pentágono haviam acontecido alguns minutos antes. Neste sábado, oficiais do memorial em Shanksville, na Pensilvânia, leram os nomes dos passageiros e da tripulação e tocaram os sinos para cada uma das vítimas.

“É realmente adequado que façamos uma pausa para lembrar aqueles indivíduos que perderam suas vidas e salvaram tantos quando o voo 93 caiu”, disse Stephen Clark, superintendente dos Parques Nacionais da Pensilvânia Ocidental.

Clark deu as boas-vindas às autoridades presentes no local. Além da vice-presidente Kamala Harris e do segundo cavalheiro Doug Emhoff, o ex-presidente Bush, a ex-primeira-dama Laura Bush e o governador da Pensilvânia, Tom Wolf, participaram das homenagens.

A oração de abertura foi conduzida pela reverenda Dra. Margaret Grun Kibben. A banda da Marinha dos Estados Unidos tocou o Hino Nacional no início do evento

Minuto de silêncio em homenagem às vítimas na Pensilvânia / CNN / Reprodução

Especial

CNN Brasil apresentou uma programação especial neste sábado, 11/09, em transmissão simultânea com a CNN americana e com correspondentes espalhados pelos Estados Unidos, em homenagem às vítimas do atentado que completa 20 anos. Confira:

Mais Recentes da CNN