Pneu que estava em pescoço de cervo por mais de 2 anos é removido nos EUA

Guardas florestais monitoram animal desde 2019, e precisaram usar um tranquilizante para se aproximar e retirar o objeto

Câmera de vigilância na floresta mostra animal com pneu em volta do pescoço
Câmera de vigilância na floresta mostra animal com pneu em volta do pescoço Colorado Parks and Wildlife

Amanda Jacksonda CNN

Ouvir notícia

Por dois anos, um cervo foi visto com um pneu no pescoço. Agora, depois de várias tentativas, os oficiais de vida selvagem libertaram o animal do obstáculo.

O cervo-canadense foi avistado pela primeira vez por um oficial da Colorado Parks and Wildlife (CPW) em 2019 que estava conduzindo uma pesquisa populacional de ovelhas e cabras no Monte Evans Wilderness, no Colorado (EUA), de acordo com um comunicado da CPW divulgado nesta segunda-feira (11).

“Por estar na floresta, não esperávamos realmente chegar aos cervos apenas por causa da proximidade ou distância da civilização”, disse o oficial da CPW, Scott Murdoch, no comunicado. “É mais difícil chegar quanto mais dentro da mata eles estão e geralmente quanto mais longe esses animais estão das pessoas, mais selvagens eles agem. Isso certamente funcionou nos últimos anos, foi muito difícil de encontrar, e mais difícil de conseguir chegar perto”.

Desde então, o animal foi avistado várias vezes por câmeras de trilha e era conhecido por viajar entre os condados de Park e Jefferson. Funcionários monitoraram o animal ao longo dos anos e viram que o pneu não estava afetando sua capacidade de comer e beber. Mas as autoridades temiam que o animal ficasse emaranhado em galhos de árvores, cercas ou mesmo com os chifres de outro alce, de acordo com o oficial de informações públicas da CPW, Jason Clay.

O CPW divulgou vídeos e imagens dos alces ao longo dos anos, na esperança de que a comunidade ligasse e relatasse se fosse visto. No último fim de semana, uma denúncia da comunidade de Pine, Colorado, levou os oficiais da vida selvagem a conseguirem ajudar o animal.

No último sábado (9), Murdoch e o oficial Dawson Swanson tranquilizaram com segurança o cervo e removeram o pneu. Os oficiais tiveram que cortar os chifres para tirar o pneu.

“Não foi fácil com certeza. Tivemos que movê-lo corretamente para retirar porque não fomos capazes de cortar o aço no talão do pneu”, disse Murdoch no comunicado à imprensa. “Teríamos preferido cortar o pneu e deixar os chifres para sua atividade no cio, mas a situação era dinâmica e tínhamos que tirar o pneu de qualquer maneira possível”.

Cervo Pneu
Oficiais do serviço florestal após retirarem o pneu / Colorado Parks and Wildlife

Os policiais estimam que o pneu estava cheio de entulho e que o animal perdeu cerca de 16 quilos com a remoção do pneu e chifres. Eles também ficaram surpresos com a condição do pescoço do animal.

Esta foi a quarta vez em uma semana que os policiais tentaram tranquilizar o animal para remover o pneu, mas vários fatores, incluindo outros animais próximos, dificultaram os esforços.

“O equipamento tranquilizante é uma ferramenta de alcance relativamente curto e dado o número de outros cervos se movendo junto com outros fatores ambientais, você realmente precisa que as coisas corram a seu favor para ter uma chance ou uma oportunidade”, disse Swanson.

Os policiais disseram que os vizinhos ajudaram na área e que o alce se recuperou em questão de minutos, depois de administrar uma reversão de tranquilizante.

Cervo Pneu
Primeira vez em que o pneu foi visto no pescoço do animal, em 2019 / Colorado Parks and Wildlife

O mistério permanece em como e quando o alce ficou com o pneu preso. Mas a administração diz pode ter acontecido quando o cervo era mais jovem ou durante o inverno, quando troca os chifres.

As autoridades disseram que a saga deste alce apenas destaca a importância dos residentes viverem de forma responsável, tendo em mente a vida selvagem. Eles disseram que para as pessoas manterem suas propriedades livres de obstáculos, os animais selvagens podem ficar presos em redes, redes, varais de roupas e iluminação de férias.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Mais Recentes da CNN