Polícia de Nova York diz que Frank James já havia sido detido outras 9 vezes

Principal suspeito do tiroteio em metrô do Brooklin foi preso nesta quarta-feira (13)

Estação de metrô no Brooklyn, em Nova York, ficou interditada após os ataques de terça-feira (12)
Estação de metrô no Brooklyn, em Nova York, ficou interditada após os ataques de terça-feira (12) David Dee Delgado/Getty Images

Renata Souzada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (13), o chefe de detetives do Departamento de Polícia de Nova York, James Essig, afirmou que o principal suspeito do tiroteio em uma estação de metrô do Brooklin já foi detido outras nove vezes na cidade.

“Ele teve nove prisões em Nova York, de 92 a 98, incluindo concessão de armas para roubo, ato sexual criminoso e roubo, duas vezes”, afirmou Essig.

O policial também revelou que o suposto atirador foi preso três vezes em Nova Jersey, nos anos de 1991, 1992 e 2007. Em uma dessas ocasiões, ele teria entrado em uma área proibida.

Frank James, 62, foi preso no bairro de East Village, nesta quarta-feira, por uma equipe de policiais que fazia uma ronda de rotina.

Ainda ontem, as autoridades divulgaram nome e foto de James, como uma “pessoa de interesse” nas investigações. Uma recompensa de US$ 50 mil foi oferecida por informações que ajudassem a polícia a chegar no responsável pelo crime.

O atentando deixou 29 feridos, sendo dez pessoas baleadas.

Mais Recentes da CNN