Posse de Biden e Kamala transforma poetisa Amanda Gorman em ‘best seller’

Um dia depois de ler seu poema 'The Hill We Climb' durante cerimônia no Capitólio, obras da artista – que só serão lançadas em setembro – lideram vendas nos EUA

Poetisa Amanda Gorman durante posse de Joe Biden e Kamala Harris
Poetisa Amanda Gorman durante posse de Joe Biden e Kamala Harris Foto: Patrick Semansky - 20.jan.2021/Reuters

Ouvir notícia

Um dia depois de participar da cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris, nos Estados Unidos, a poetisa Amanda Gorman, de 22 anos, acordou nesta quinta-feira (21) na lista dos mais vendidos da Amazon.

“Estou chocada! Meus livros são #1 e # 2 na Amazon após 1 dia!”, escreveu Gorman, que mora em Los Angeles, em sua conta Twitter. Suas obras, porém, ainda não foram lançadas e só devem chegar às lojas em setembro.

A coleção de poesia de estreia de Gorman, The Hill We Climb (Colina que Escalamos, em tradução livre) conquistou o primeiro lugar nas paradas de vendas da gigante do varejo online, seguida de perto por sua próxima obra Change Sings: A Children’s Anthem (Músicas para a Mudança: Hinos para Crianças, em tradução livre).

Embora a popularidade da poesia esteja crescendo, ela continuava restrita a um nicho de mercado e a adoração de um dia para o outro claramente surpreendeu Gorman.

“Muito obrigado a todos por apoiarem a mim e minhas palavras. Como disse Yeats: ‘Pois só as palavras são boas: então cante’.”

Gorman, a poeta mais jovem da história dos Estados Unidos a marcar a transição do poder presidencial, ofereceu uma visão esperançosa de um país profundamente dividido em sua leitura na quarta-feira (20).

“Ser americano é mais do que um orgulho que herdamos. É o passado em que entramos e como o consertamos”, disse Gorman na escadaria do Capitólio dos Estados Unidos, duas semanas depois de uma multidão fazer um cerco e após um ano de protestos globais por justiça racial .

“Não marcharemos de volta para o que era. Nos movemos em direção ao que deve ser, um país ferido, mas inteiro. Benevolente, mas ousado. Feroz e livre.”

O desempenho gerou aclamação instantânea, com elogios de todo o país e do espectro político, do Projeto Lincoln, que apoiava republicanos, ao ex-presidente Barack Obama.

“O poema de @TheAmandaGorman não era simplesmente impressionante? Ela prometeu se candidatar à presidência em 2036 e eu mal posso esperar”, tuitou a ex-candidata presidencial Hillary Clinton.

Graduada pela Universidade Harvard, Gorman diz que superou um problema de fala na juventude e se tornou a primeira Jovem Poetisa Laureada dos Estados Unidos, em 2017.

Livros de Amanda Gorman dominaram lista de mais vendidos da Amazon
Após leitura de poema na posse de Biden, livros de Amanda Gorman dominaram lista de mais vendidos da Amazon nos EUA
Foto: Reprodução

Ela agora se juntou às fileiras dos poetas que participaram de cerimônias de posse presidencial, como Robert Frost e Maya Angelou.

Seu alcance na mídia social explodiu, com dezenas de milhares de seguidores crescendo em uma base de fãs de mais de um milhão no Twitter.

“Nunca estive mais orgulhosa de ver outra jovem se levantar! Brava, Brava, @TheAmandaGorman! Maya Angelou está torcendo – e eu também”, tuitou a apresentadora de TV Oprah Winfrey.

Em terceiro lugar na lista de mais vendidos da Amazon estava outro livro ligado à política e que projeta esperança: Ambitious Girl (Garota Ambiciosa), da sobrinha da vice-presidente Kamala Harris, Meena Harris. 

Mais Recentes da CNN