Presidente do Equador é retirado de Palácio após terremoto de magnitude 4,9 em Quito

Ainda não há registro de feridos após tremor nos arredores da capital equatoriana, informam autoridades locais

Presidente Guillermo Lasso é evacuado após tremor em Equador
Presidente Guillermo Lasso é evacuado após tremor em Equador Divulgação

Sol Amayada CNN

Ouvir notícia

Um terremoto de magnitude 4,9 foi registrado nesta terça-feira (23) em Quito, capital do Equador, segundo relatórios do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

O tremor teve 5,5 km de profundidade e foi forte a moderado, de acordo com uma equipe da CNN no local.

A Secretaria-Geral de Comunicação da Presidência da República disse à CNN que o presidente Guillermo Lasso estava no Palácio Carondelet no momento do terremoto com vários membros de seu gabinete ministerial e outras autoridades.

 

Os seguranças da Casa Militar e a rede de segurança do presidente o removeram para o pátio principal do andar térreo junto com autoridades e jornalistas que ali estavam, acrescentou.

O terremoto foi percebido em 13 cantões das províncias de Pichincha, Napo e Cotopaxi, segundo o Serviço Nacional de Gestão de Riscos e Emergências.

Em Quito, o muro de uma casa caiu e pelo menos mais duas casas estão prestes a desabar.

O Túnel Guayasamín está seguro. Foi registrada uma leve queda de material, mas não atrapalhou a circulação do trajeto. Paredes rachadas também foram relatadas, mas até agora nenhum dano significativo.

Também não ocorreram danos à infraestrutura estratégica e logística como: aeroportos e malha rodoviária estadual, bem como aos serviços básicos. Até o momento, não há registro de feridos.

(Texto traduzido, leia original em espanhol aqui)

Mais Recentes da CNN