Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Quem é quem no julgamento de Alec Baldwin pela morte no set do filme “Rust”

    Seleção do júri começa nesta terça-feira (9)

    O ator Alec Baldwin sai de casa, em Nova York, EUA
    O ator Alec Baldwin sai de casa, em Nova York, EUA 31/01/2023REUTERS/David 'Dee' Delgado

    Andrew Hayda Reuters

    Dezenove meses após as primeiras acusações contra o ator Alec Baldwin pela morte da diretora de fotografia de “Rust”, Halyna Hutchins, o caso atinge o ápice nesta semana, quando o ator enfrenta um julgamento por homicídio culposo em Santa Fé, Novo México.

    Saiba quem é quem no caso:

    Halyna Hutchins

    A diretora de fotografia ucraniana cresceu numa base naval soviética, assistia a filmes russos e sonhava em fazer um documentário sobre submarinos nucleares. Conhecida por sua paixão, criatividade e liderança em mais de 30 produções, Hutchins foi nomeada uma das estrelas em ascensão da American Society of Cinematographer de 2019 em Los Angeles

    Ela foi atingida a menos de um metro e meio por uma bala calibre .45 disparada da arma de Baldwin enquanto eles ajustavam o ângulo da câmera no set do Novo México. Ela deixou para trás o marido Matt Hutchins, o filho Andros e os pais e uma irmã em Kiev.

    Alec Baldwin

    Filho de um treinador de tiro do ensino médio, Alec Baldwin se orgulha de seu conhecimento sobre armas e de sua capacidade de manuseá-las com segurança. Essas habilidades serão julgadas quando um júri avaliar o argumento de Baldwin de que ele não puxou o gatilho do revólver que disparou o tiro fatal.

    Respondendo à declaração na Fox News, o xerife do condado de Santa Fé, Adan Mendoza, testemunha de defesa, disse que “as armas não simplesmente disparam”. A declaração de Baldwin também levou os promotores a apresentarem acusações.

    Hannah Gutierrez

    Com 24 anos na época do disparo, a armeira novata foi condenada por homicídio culposo em março por carregar a munição real que matou Hutchins. As munições reais são proibidas nos sets de filmagem, e os promotores acusaram Gutierrez de trazer inadvertidamente seis munições Colt calibre .45 para a produção e misturá-las com as balas de mentira, acusação que ela negou. No julgamento, seu advogado tentou, sem sucesso, culpar a pressa da equipe de Baldwin durante as filmagens, bem como pelo uso “fora do roteiro” de armas, pela violação do protocolo de segurança de armas de fogo.

    Dave Halls

    O veterano primeiro assistente de direção é a única pessoa no caso a aceitar um acordo judicial dos promotores. Halls, uma testemunha no julgamento de Baldwin, apoiou o ator e assumiu a culpa por não verificar os cartuchos de sua arma.