Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia afirma ter controle total da refinaria de petróleo de Lysychansk, Ucrânia nega

    Forças russas afirmam ter controle da totalidade da refinaria e de metade da cidade de Lysychansk, enquanto Ucrânia diz que russos tiveram "sucesso parcial"

    Fumaça sobe da refinaria de petróleo em Lysychansk, a cerca de 120 km ao norte de Donetsk, Ucrânia, em 16 de abril
    Fumaça sobe da refinaria de petróleo em Lysychansk, a cerca de 120 km ao norte de Donetsk, Ucrânia, em 16 de abril Ronaldo Schemidt/AFP/Getty Images

    Julia PresniakovaAnneClaire Stapletonda CNN

    Ouvir notícia

    O cerco russo continuou na cidade oriental de Lysychansk, e as tropas russas “tomaram completamente o controle da refinaria de pertóleo”, anunciou Vitaliy Kiselev, ministro assistente do interior da autodeclarada República Popular de Luhansk (RPL), apoiada pela Rússia, para o veículo Zvezda.

    “Hoje, nossas tropas assumiram completamente a refinaria, a limpeza está em andamento. Nossas divisões já entraram quase além da refinaria. Ou seja, controlamos parte da cidade do lado da refinaria. Da mesma forma, temos unidades que entraram pelo lado leste, atravessaram o rio Siverskyi Donets e colidiram com prédios residenciais. E temos exatamente a mesma situação, ainda melhor, depois que tomamos Vovchoiarivka, nossas unidades se aproximaram ainda mais. E do lado de Toshkivka, colidimos com as áreas residenciais. Controlamos Lysychansk de quase todos os lados, algo em torno de 50%”, disse Kiselev.

    Enquanto isso, a Ucrânia diz que a Rússia ainda está realizando operações de assalto na área da refinaria de petróleo de Lysychansk e “teve um sucesso parcial, e detém as partes noroeste e sudeste da planta”, de acordo com uma atualização da noite de quinta-feira (30) das forças armadas ucranianas.

    “O inimigo realizou operações de assalto nas áreas da parte nordeste da refinaria de Lysychansk, no assentamento de Topolivka e na parte norte dos assentamentos de Vovchoiarivka e Maloriazantseve”, disse o comunicado das Forças Armadas ucranianas. “[Rússia] é parcialmente bem-sucedida. Mantém a seção de controle de fogo da estrada Topolivka-Lysychansk. Incapaz de resistir ao fogo de nossa artilharia, mísseis e unidades aéreas, os ocupantes russos deixaram a Ilha da Cobra. Assim, a região de Odesa foi completamente liberada.”

    Serhiy Hayday, chefe da administração militar da região de Luhansk, disse na noite de quinta-feira que Lysychansk é uma “situação extremamente difícil”.

    “O bombardeio vem de várias direções. Porque o exército russo se aproximou de Lysychansk de diferentes direções. Como sempre, eles relataram que controlavam metade da cidade. Não é verdade. Mas o bombardeio é muito poderoso. Eles até estão atirando deliberadamente em nossos centros humanitários. Há feridos. Agora aconselhamos as pessoas a ficarem constantemente em abrigos. A evacuação não é possível. Isso é extremamente perigoso. Eles equipam as estradas de acesso com minas antitanque. Há russos nos arredores. Não há brigas dentro da cidade”, disse Hayday.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN