Ataque russo à torre de televisão em Kiev, na Ucrânia, deixa ao menos cinco mortos

Canal de televisão local 1+1 afirmou que vai trabalhar para restaurar qualquer sinal perdido

Paul P. MurphyOlya Voitovychda CNN

Ouvir notícia

Forças russas atacaram uma torre de televisão na capital da Ucrânia, Kiev, potencialmente interrompendo seu sinal, disse o assessor do Ministério do Interior ucraniano, Anton Herashchenko, nas redes sociais nesta terça-feira (1º). Ministério afirmou que ao menos cinco pessoas foram mortas durante o ataque e cinco ficaram feridas.

O canal de televisão local 1+1 afirmou que vai trabalhar para restaurar qualquer sinal perdido.

A área ao redor de uma enorme torre de TV em Kiev foi atingida por ataques militares, de acordo com vídeos e fotos postados nas redes sociais que foram geolocalizados e verificados pela CNN internacional.

“Os canais não funcionarão por um tempo”, disse o ministério ucraniano em um comunicado. “A transmissão de backup de alguns canais será habilitada em um futuro próximo”.

Nesta terça-feira, os militares russos alertaram que realizariam ataques contra a Agência de Segurança do Estado da Ucrânia e “o 72º Centro Principal de Informações e Operações Psicológicas [PSO] em Kiev”.

Não está claro neste momento se esses novos ataques tinham como alvo qualquer uma dessas entidades estatais ucranianas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, condenou o ataque em uma publicação no Twitter. “Para o mundo: qual é o sentido de dizer “nunca mais” por 80 anos, se o mundo fica em silêncio quando uma bomba cai no mesmo local de Babyn Yar? Pelo menos 5 mortos. História se repetindo”, disse o presidente em referência ao fuzilamento em massa, conduzido pelos alemães nazistas, durante a ocupação de Kiev na Segunda Guerra Mundial.

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia afirmou que a Rússia foi bárbara pelo ataque à torre de TV em um local próximo a um memorial que homenageia as vítimas de Babyn Yar, um dos maiores massacres de judeus durante o Holocausto nazista.

“Tropas russas dispararam contra a torre de TV, perto do complexo Memorial #BabynYar”, disse no Twitter. “Os criminosos russos não param por nada em sua barbárie. Rússia = bárbaro”.

Com informações de Nathan Hodge, da CNN, e da Reuters.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN