Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Milhares de turistas fogem de incêndio na ilha grega de Rodes

    Muitos escaparam em barcos particulares pelas praias enquanto as chamas ameaçavam resorts e vilarejos costeiros

    Renee MaltezouAngeliki Koutantouda Reuters

    Por Renee Maltezou e Angeliki Koutantou, da Reuters

    Milhares de turistas e moradores na ilha grega de Rodes se amontoaram em escolas e abrigos neste domingo (23) fugindo de um incêndio florestal, com muitos escapando em barcos particulares pelas praias enquanto as chamas ameaçavam resorts e vilarejos costeiros.

    Milhares passaram a noite em praias e ruas.

    As operadoras de turismo Jet2, TUI e Correndon cancelaram voos com partida para Rodes, que fica a sudeste da Grécia continental e é popular por seus mares quentes e locais antigos.

    A brigada de incêndio disse que 19.000 pessoas foram removidas de casas e hotéis, classificando a operação como o maior transporte seguro de residentes e turistas que a Grécia já realizou.

    “Foi literalmente como o fim do mundo”, disse o turista britânico Ian Murison à Sky News de um barco de resgate que conseguiu depois que a multidão lotou os ônibus em uma evacuação caótica de uma praia.

    Incêndios são comuns na Grécia, mas os verões mais quentes trouxeram mais deles nos últimos anos, com a mudança climática como fator determinante.

    Embarcações da guarda costeira e barcos particulares transportaram mais de 3.000 turistas das praias no sábado, depois que o incêndio florestal, que arde há quase uma semana, reacendeu no sudeste de Rodes. Outras partes da terceira ilha mais populosa da Grécia, incluindo a cidade principal, a cidade de Rodes, não foram afetadas.

    Muitas pessoas fugiram dos hotéis quando grandes chamas atingiram as comunidades costeiras de Kiotari, Gennadi, Pefki, Lindos, Lardos e Kalathos. Multidões se reuniram nas ruas sob um céu vermelho enquanto a fumaça pairava sobre as costas desertas.

    Outra turista britânica, Amy Leyden, descreveu a experiência “aterrorizante” de ser transferida de dois hotéis com sua filha de 11 anos antes de ser levada para uma escola.

    “Estávamos andando na estrada às 2 horas da manhã e o fogo estava nos alcançando”, disse ela à Sky.

    Em Lindos, famosa por uma acrópole em uma enorme rocha dentro das muralhas medievais, um incêndio escureceu a encosta e queimou edifícios.

    Thanasis Virinis, vice-prefeito de Rhodes, disse à Mega Television no domingo que entre 4.000 e 5.000 pessoas estavam em acomodações temporárias, pedindo doações de itens essenciais, como colchões e roupas de cama.

    As pessoas removidas foram para hotéis, estádios cobertos, centros de conferência e prédios escolares, onde receberam comida, água e assistência médica, disseram as autoridades.

    Uma mulher grávida e outra pessoa foram hospitalizadas, disse o porta-voz dos bombeiros, Ioannis Artopoios.