Ucrânia precisa de mais armas para pressionar Putin, diz ministra britânica

Antes de reunião do G7, Liz Truss também defendeu novas sanções contra a Rússia

Secretária das Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss
Secretária das Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss 11/02/2022 Rob Pinney/Pool via REUTERS

Nadine Schmidtda CNN

Ouvir notícia

Mais armas precisam ser enviadas à Ucrânia para ajudar a “manter a pressão” sobre o presidente russo, Vladimir Putin, disse a secretária de Relações Exteriores britânica, Liz Truss, nesta sexta-feira (13).

“É muito importante neste momento que mantenhamos a pressão sobre Vladimir Putin fornecendo mais armas para a Ucrânia, aumentando as sanções”, disse Truss, a caminho de uma reunião dos minitros de Relações Exteriores do Grupo dos Sete (G7) na Alemanha.

A ministra disse que “a unidade do G7 foi vital durante esta crise para proteger a liberdade e a democracia”, referindo-se à ampliação e fortalecimento  das relações entre Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e Estados Unidos.

Truss deve se encontrar com o Alto Representante da União Europeia para Relações Exteriores e Política de Segurança, Josep Borrell, como parte dos eventos do G7 de sexta-feira.

Antes da reunião, Borrell disse que a UE deve fornecer mais 500 bilhões de euros em ajuda militar à Ucrânia.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN