Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Buscas sobre livro de Machado de Assis disparam nos EUA após post de tiktoker

    "Memórias Póstumas de Brás Cubas" cresceu em pesquisas do Google após viral no Tiktok; veja

    Edição de 2014 de "Memórias Póstumas de Brás Cubas" e tradução da obra de 2020
    Edição de 2014 de "Memórias Póstumas de Brás Cubas" e tradução da obra de 2020 Divulgação/ Penguin Editora

    Nicoly Bastosda CNN

    São Paulo

    O livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis, disparou em buscas nos Estados Unidos nos últimos dias, segundo dados coletados da ferramenta Google Trends. Isso se deu após uma influenciadora do país viralizar no aplicativo TikTok ao dizer que a obra do escritor brasileiro virou seu “livro favorito”.

    “Eu preciso ter uma conversinha com o pessoal no Brasil”, disse Courtney Henning Novak, que leu o clássico literatura brasileira como parte de um desafio na rede no qual ela deve ler um livro de cada país em ordem alfabética.

    “A minha edição só tem 300 páginas. Só faltam 100 páginas para mim, e se eu for muito cuidadosa elas vão durar até o fim de semana. E aí o quê? O que eu deveria fazer com o resto da minha vida?”, falou a influenciadora. “O que eu devo fazer? Porque vocês não me avisaram que esse é o melhor livro já escrito.”

    “Agora eu tenho que aprender português”, acrescentou ela. “Eu não consigo nem imaginar o quão bom isso é em português. Então agora, no meio do meu projeto de ler ao redor mundo, eu tenho outra tarefa que é aprender português.”

    O vídeo de Courtney acumula mais de 800 mil visualizações na rede social até o momento. O impacto foi tamanho que, desde a publicação do registro em 18 de maio, o livro disparou em buscas no país. Além disso, ficou no topo dos mais vendidos da Amazon na categoria “Literatura Caribenha e Latino-Americana”.

    Romance teve pico de buscas no Google

    Em “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, o personagem protagonista está morto. Ele decide, então, narrar sua história e revisitar os fatos mais importantes de sua vida, a fim de se distrair na eternidade. A partir de então ele relembra de amigos como Quincas Borba, de sua displicente formação acadêmica em Portugal, dos amores de sua vida e ainda do privilégio que teve de nunca ter precisado trabalhar em sua vida.

    O livro foi publicado por Machado de Assis em 1881 e é considerado um clássico da literatura brasileira, sendo estudado em escolas e universidade até os dias de hoje.

    Segundo dados dos últimos dias, coletados pela CNN na ferramenta Google Trends nesta terça-feira (21), nos Estados Unidos, o livro, que é traduzido para o inglês como “The Posthumous Memoirs of Brás Cubas”, teve aumento considerável de buscas. Vale ressaltar, no entanto, que as buscas são referentes ao título em português.

    A livro de Machado atingiu picos de buscas nos dias 18, data em que o vídeo foi postado e 20 de maio. De acordo com a tabela presente no Google Trends, as pesquisas sobre a obra seguem em ascensão.

    O valor de 100 presente no gráfico de pesquisa representa maior pico de popularidade de um termo. Sendo assim, um valor de 50 significa metade da popularidade e a pontuação de 0 significa que não havia dados suficientes sobre o termo.

    Ainda segundo o Google Trends, os estados que mais buscam por “Memórias Póstumas de Brás Cubas” são Flórida, Arizona, Maryland, Pensilvânia e Nova Jersey, nesta ordem.

    Romance mais vendido

    A tradução de “Memórias Póstumas de Brás Cubas” também se encontra no topo de vendas da Amazon dos Estados Unidos na categoria latino-americana e caribenha.

    Em segundo lugar no ranking da Amazon, está o livro O Idiota, do autor russo Fyodor Dostoyesky. Em terceiro lugar vem O Amor nos Tempos do Cólera, do Gabriel Garcia Marquez.

     

    Com informações de Agência Brasil.