Bloqueios de trânsito são suspensos em SP e serão investigados pelo MP


Da CNN, em São Paulo
06 de maio de 2020 às 08:38 | Atualizado 06 de maio de 2020 às 08:42

A partir desta quarta-feira (6), os bloqueios de ruas e avenidas em São Paulo – com objetivo de estimular as pessoas a ficarem em casa – foram suspensos e serão investigados pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP). A medida fez com o que o trânsito voltasse a fluir normalmente nesta manhã após o registro de 62 km de lentidão na manhã de terça (5)

Os promotores questionam a prefeitura de São Paulo para saber se houve estudo técnico para a escolha dos pontos de bloqueios e quais impactos a intervenção traria para o deslocamento de serviços essenciais. À CNN, a prefeitura informou que ainda não foi notificada sobre o inquérito e confirmou a suspensão dos bloqueios, mas não explicou a motivação.

Leia também:

Ocorrências de violência doméstica sobem 44,6% em SP durante a quarentena

Termina hoje prazo para regularizar o título de eleitor; atualize via internet

Os trechos bloqueados na terça foram entre Av. Moreira Guimarães x Av. Miruna (zona sul), Av. Santos Dumont x Av. do Estado (zona norte), Av. Radial Leste x Rua Pinhalzinho (zona leste) e Av. Francisco Morato x Rua Sapetuba (zona oeste).

Desde segunda-feira (4), ruas e avenidas pela cidade estavam sendo bloqueadas durante o horário de pico da manhã, entre 7h e 9h. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a ideia era que o trânsito desestimulasse as pessoas a saírem de casa e isso aumentasse a taxa de isolamento social da cidade. 

As blitz educativas, que foram posicionadas pela cidade, continuam em todas as regiões.

Motoristas enfrentam trânsito na zona sul após novas medidas de isolamento em SP

No primeiro dia do bloqueio, motoristas enfrentaram trânsito na zona sul após novas medidas de isolamento em SP

Foto: CNN (04.mai.2020)