Reunião ministerial, as falas de Bolsonaro e mais da noite de 22 de maio


Da CNN, em São Paulo
22 de Maio de 2020 às 22:56 | Atualizado 23 de Maio de 2020 às 00:44

A divulgação do vídeo da reunião ministerial entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus ministros, a fala de Bolsonaro de que vai interferir em todos os ministérios e as declarações polêmicas do ministro da Educação, Abraham Weintraub, estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta sexta-feira, 22 de maio de 2020. 

Reunião ministerial

O ministro Celso de Mello, do STF, liberou a divulgação do vídeo da reunião ministerial que precedeu a saída de Sergio Moro no governo. Na sentença, disse que ninguém está acima da lei e suprimiu apenas trechos que mencionavam autoridades de outros países. Apesar da forte expectativa de um abalo no governo, o dólar caiu e a bolsa subiu após a divulgação.

Interferência

No vídeo o presidente Jair Bolsonaro diz que vai interferir em todos os ministérios e menciona a "segurança" à sua família num contexto em que falava de acusações publicadas pela imprensa contra pessoas próximas. Bolsonaro ainda reclamou da qualidade das informações prestadas por órgãos oficiais, mas não mencionou quais. 

Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, protagonizou uma das passagens mais polêmicas do vídeo. Defendeu colocar todos esses "vagabundos" na cadeia, a começar pelo Supremo Tribunal Federal.

Damares

Numa outra passagem, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, diz que o Ministério da Saúde está infestado de "feministas" que querem militar pelo abordo. Ela fez a acusação dirigindo-se a Nelson Teich, que já deixou o governo.

Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse nessa reunião que o governo deveria aproveitar o fato de a imprensar estar olhando para a crise da Covid-19 para acelerar a aprovação de medidas que mudassem, regras ambientais, do agronegócio e do IPHAN.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.