Câmeras de segurança do Hospital de Bonsucesso registram fogo no subsolo


Elis Barreto e Thayana Araújo, da CNN, no Rio
29 de outubro de 2020 às 13:46



As câmeras de segurança da parte interna do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), que pegou fogo na última terça-feira (27), registraram as labaredas de fogo no subsolo do prédio, num local considerado um “puxadinho improvisado para guardar insumos”. O local é uma antiga cozinha.

Segundo a CNN apurou, agentes da Polícia Federal estiveram na unidade, com o diretor do HFB, para recolher os vídeos do circuito interno de segurança e visualizaram o momento em que labaredas de fogo tomam o lugar.

Leia também:
Ministério da Saúde suspende atendimento no Hospital Federal de Bonsucesso
Morre a quarta vítima do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso, no Rio

Bombeiros combatem fogo no hospital do Rio

Câmeras de segurança do Hospital de Bonsucesso registram labaredas de fogo no subsolo

Foto: Reprodução/CNN

A informação foi confirmada pelo próprio diretor do hospital, em uma reunião com integrantes do Corpo Clínico do HFB, sobre férias coletivas que serão dadas aos funcionários durante trabalho de limpeza e completa perícia dos bombeiros e a perícia especializada da Polícia Federal.

Assim como a Polícia Federal, o Ministério Público Federal também instaurou inquérito para apurar as causas do incêndio. A CNN antecipou que a PF terá equipe de perícia especializada para atuar no Hospital Federal de Bonsucesso.

São peritos criminais federais lotados em unidades da PF do Brasil todo, incluindo Brasília. Fazem parte da equipe profissionais de diversas áreas técnicas: civil e elétrica.

Além das câmeras que podem ter registrado o início do fogo que destruiu parte do HFB a Polícia Federal também vai ouvir depoimentos de testemunhas.

Incêndio Rio

Câmeras de segurança do Hospital de Bonsucesso registram fogo no subsolo

Foto: Reprodução/CNN


Uma das etapas dessa perícia mais abrangente é a determinação da zona de origem do fogo e o vetor de aceleração do incêndio e por isso a importância de todo o trabalho dos bombeiros ser concluído antes e com todo o cenário preservado.

Nesta quinta-feira (29), a CNN obteve com exclusividade imagens que mostram o subsolo do HFB durante e depois do incêndio. Nas imagens, é possível ver o trabalho da brigada de incêndio, os primeiros a chegar no local, antes mesmo dos bombeiros. De acordo com o especialista em combate e prevenção a incêndios, Wesley Pinheiro, existe o risco do telhado e das paredes cederem. Pinheiro ainda ressalta que da forma que está sendo conduzido o rescaldo, com o local fechado, os profissionais estão expostos a riscos de acidentes e a intoxicação pela fumaça.